Meia do Vasco, Evander é emprestado ao FC Midtjylland, da Dinamarca
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

Camisa 10 tratado como uma joia à ser lapidada pelo clube, mas vivendo momento conturbado na carreira. Foi nesse clima que o Vasco anunciou na tarde desta segunda-feira (27) o empréstimo do jogador Evander para o FC Midtjylland, da Dinamarca. O segundo colocado do Campeonato Dinamarquês contará com o atleta até o meio de 2019, data que decretará o fim da temporada europeia. Antes dele, o atacante Paulo Vitor foi negociado com o Albacete, da Espanha, seguindo o mesmo prazo, mas com opção de compra para o clube espanhol.

Formado na base do Vasco da Gama, Evander era visto como um jovem promissor pelas comissões técnicas da categoria de base do clube e chegou aos profissionais com moral, jogando oito, sendo sete como titular e um entrando no decorrer da partida, dos dez jogos do cruzmaltino na Libertadores deste ano, com o treinador Zé Ricardo. Com as características de ter visão de jogo e boa finalização, além da técnica, o meio-campo vestiu a emblemática camisa dez do clube, atuando no total, de 52 jogos e marcando 4 gols.

Porém, o encanto com a torcida foi acabando por conta do desempenho do jogador, que só regredia. Alvo dos aficionados como um dos culpados pelo mal momento do clube, o atleta foi pouco utilizado depois do fim da Copa do Mundo, até para ser preservado, visando a reutilização do mesmo mais à frente. Entretanto, poucas foram as oportunidades e Evander foi sendo esquecido no banco de reservas. A última vez em que balançou as redes foi no Campeonato Carioca, na partida contra o Madureira, na vitória por 3 a 1, no dia 10 de março. Em sua conta pessoal nas redes sociais, o jogador falou do momento vivido no clube e do carinho pelo Vasco da Gama.

"Apareceu uma oportunidade e em concordância com o Vasco estou indo buscar aprendizado, crescimento e amadurecimento e agradeço a Deus por isso. Mas é muito ruim e difícil pra mim me despedir nesse momento, estou no clube desde 8 anos de idade, passei minha adolescência aqui. Meu muito obrigado a todos, diretoria, aos meus companheiros, aos treinadores que tive durante todo esse tempo, aprendi muito com cada um deles e um obrigado especial de todo o meu coração para a torcida que aplaudiu, vaiou e aprendi muito com isso, podem ter certeza e sei que faz parte da profissão. E uma coisa é certa, ninguém nunca vai tirar do meu coração que toda a minha formação foi no Club de Regatas Vasco da Gama", escreveu o camisa 10 em sua rede social.

VAVEL Logo