Em clássico movimentado, Cruzeiro vence e empurra América-MG  para o Z-4
(Foto: Vinnicius Silva/ Cruzeiro EC)

Em clássico movimentado, Cruzeiro vence e empurra América-MG  para o Z-4

Partida contou emoção, polêmica e golaço

zeca5
Zeca Lemos

Não faltou emoção no Independência na tarde desse domingo (4). Em um clássico com grande movimentação, o Cruzeiro venceu o América-MG por 2 a 1, e empurrou o rival para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série A. Com o resultado, a equipe do técnico Mano Menezes chegou aos 46 pontos e aguarda o encerramento da rodada para saber qual posição vai alcançar. O Coelho, pro sua vez, chegou ao nono jogo sem vencer na competição, e entrou na zona de rebaixamento. Com 34 pontos, a equipe alviverde também aguarda o complemento dos jogos para definir a situação na tabela.

O primeiro tempo começou com o cruzeiro teve a chance de abrir o placar logo aos sete minutos. Após cobrança de escanteio de Arrascaeta pela esquerda, Henrique desvia de cabeça, e a bola sobra para Barcos, que, de frente para o gol, cabeceou para fora. Aos 17 minutos, o bom futebol da Raposa foi premiado. Arrascaeta, carrasco do Coelho, tabelou com Henrique e finalizou no ângulo direito de João Ricardo.

A primeira chance real de gol do Coelho veio aos 26 minutos. Carlinhos cruzou pela esquerda; e Giovanni, que apareceu como elemento surpresa na área, cabeceou para boa defesa de Fábio. Mais à vontade no jogo, o time alviverde ameaçou o gol do Cruzeiro novamente, aos 34 minutos, com Luan, que finalizou de fora da área, a esquerda da rede celeste.

O segundo gol da Raposa quase veio aos 38 minutos: Barcos serviu Thiago Neves, que invadiu área, e chutou com força, mas em cima de João Ricardo.

Na etapa complementar, logo aos três minutos, o pênalti cometido por Messias em Henrique jogou um balde de água fria nas pretensões americanas. Thiago Neves, com cavadinha, converteu a cobrança e ampliou o placar.

A primeira oportunidade do Coelho na segunda etapa surgiu após um vacilo de Dedé. O zagueiro saiu jogando errado, Ruy cruzou, Juninho resvalou de cabeça e a bola sobrou para Luan, que foi travado no momento do chute.

Aos 23 minutos, a ofensividade do Coelho foi premiada. Matheusinho tentou uma jogada individual dentro da área, e a bola bateu na mão de Egídio, pênalti. Rafael Moura cobrou no centro do gol e balançou as redes de Fábio.

Seis minutos depois, quase o empate. De novo, Matheusinho invadiu a área com velocidade, e cruzou com perigo, e a defesa celeste conseguiu afastar.

Aos 35 minutos, o lance mais polêmico do jogo. Matheusinho invadiu a área e dividiu com Dedé. Os jogadores do Coelho reclamaram de um empurrão do defensor em cima do meia americano.

O final do jogo foi de grande pressão do América. Apesar do esforço, o time alviverde parou na organizada defesa do Cruzeiro e não conseguiu o empate.

 

VAVEL Logo