Marrony fala sobre boa fase no Vasco: "Todo moleque da base sonha com que estou vivendo"
Foto: Rafael Ribeiro

Marrony fala sobre boa fase no Vasco: "Todo moleque da base sonha com que estou vivendo"

Atual artilheiro do Cruz de Malta no Cariocão, atacante não esconde alegria em estar num bom momento da carreira

agnesrigas
Agnes Rigas

Artilheiro do Vasco na Taça Guanabara, Marrony foi o escolhido para falar na coletiva de impressa após o treino do Gigante da Colina, na tarde desta quinta feira (28).  De contrato renovado com o clube por mais cinco anos, o jogador falou sobre a boa fase que vive atualmente no clube.

"Não era não (objetivo de ser artilheiro do Carioca). Mas passou a ser. Comecei a pegar confiança com os gols. Na base meu apelido é Marromito (risos). Tenho que fazer valer a pena, correr e arriscar. Se não arriscar a gente não consegue nada. Vou até onde der", disse o atacante.

Marrony ainda falou sobre o bom começo de temporada que teve no Vasco e como isso foi uma coisa inesperada. Ele não acreditava que se encaixaria tão bem no elenco, mas ressaltou que isso é fruto de seu trabalho duro e que nada acontece por acaso.

"Esse começo de ano que tive foi uma coisa surpreendente. É o que eu sempre falo: é trabalho no dia a dia. É consequência de um trabalho muito bem sucedido aqui. Jogando eu me imaginava já. Mas ser artilheiro do time acho que é uma coisa meio louca ainda (risos). Mas é seguir e continuar nessa pegada aí. Fazer gols, que é o mais importante. Ajudar a equipe e ser feliz", revelou.

O jogador também falou de um momento muito importante para sua vida pessoal durante a coletiva. Ele deixou o alojamento em que vivia no Vasco porque conseguiu comprar um novo apartamento para morar no Rio de Janeiro. E em todo momento, nunca esqueceu de agradecer ao clube, pelo força e suporte que lhe foram dados.

"Já me mudei. Fiquei feliz com mais um objetivo meu. Todo moleque da base sonha com o que estou vivendo. Vasco me deu todo o suporte para isso. Desde quando cheguei aqui procurei dar meu melhor, sempre fiz amizades. Saí de casa com 15 anos. Se não fosse o Vasco acho que meus pais não iriam deixar eu ficar aqui. Por tudo que mostraram para a gente. Quando cheguei aqui era um moleque", disse o Marrony.

VAVEL Logo