Aos 83, morre mãe do técnico Tite
(Foto: Divulgação/ CBF)

Dona Ivone Bachi, mãe do técnico Tite, faleceu no início da tarde deste sábado (9), em Caxias do Sul (RS). Ela tinha 83 anos de idade e a causa foi natural. A família ainda não divulgou informações sobre velório ou sepultamento.

A notícia foi dada minutos antes do clássico entre Caxias e Juventude, válido pelo Campeonato Gaúcho. Com isso, foi prestada uma homenagem de um minuto de silêncio antes da partida no Estádio Alfredo Jaconi.

Conhecida por sua gentileza e hospitalidade, Dona Ivone foi uma das grandes incentivadoras do jovem Adenor Bachi no início de sua carreira no futebol. Foi dela a iniciativa de manter Tite no time de juniores do Caxias nos tempos de dinheiro curto.

Após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo do ano passado, no ano passado, dona Ivone demonstrava novamente sua devoção à carreira do filho. “Todos os jogos da Copa eu assisti em casa, e após a última partida eu chorei bastante”. Apesar da derrota, era da vontade de dela que Tite permanecesse no comando da seleção para a próxima Copa em 2022, no Catar. “Nunca impedi o Ade de tomar suas decisões, sempre o deixei à vontade, mas gostaria que ele ficasse à frente da seleção. Não sei se estou errada ou certa em dizer isso, mas quero que ele fique”, desabafou.

VAVEL Logo