Luxeburgo comemora primeira vitória no Brasileirão: "Isso aqui é Vasco"
(Foto: Divulgação/Vasco)

Após oito rodadas, o Vasco da Gama finalmente conseguiu sair vitorioso de uma partida do Campeonato Brasileiro. Depois de tanto lutar nas rodadas anteriores e só sair com derrotas e empates, um grande resultado foi conquistado em São Januário em cima do Internacional.

Com o término da partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo falou na coletiva de imprensa e se mostrou bastante contente com o resultado de 2 a 1 para o Gigante da Colina, pois o time lutou e manteve uma boa postura dentro de campo diante de um time competente e organizado como o Inter.

"Estou bem feliz, mas tem de ser uma felicidade controlada. Mas tem muita coisa pela frente. Vamos ficar felizes, vamos para casa. Saborear uma vitória, amanhã (sábado) fazer uma recuperação e semana que vem temos um confronto contra o Ceará. A vitória é boa. Deixa todo mundo contente. São três jogos já jogando da mesma forma, com três do meio campo, dois de velocidade e o Tiago Reis no meio. A equipe ainda não está preparada para jogar se expondo", declarou o treinador.

Luxemburgo foi questionado sobre o foco que o elenco precisa manter para que o time saia dessa situação complicada. Desde do início da competição só agregando resultados péssimos desde de antes de sua chegada ao clube. Mas o mesmo declarou que esse tipo de pensamento negativo deve ser deixada para trás, os jogadores tem que ter em mente que devem se sacrificar para tirar o Vasco dessa situação.

"Isso aqui é Vasco da Gama. Tem que se sacrificar. Não adianta ficar aqui e achar que as coisas não vão acontecer. Não é assim. Estamos na zona de rebaixamento, é um clube de tradição e as coisas não vão ficar assim", afirmou.

Com a Copa América se aproximando, o Campeonato terá uma pausa em suas rodadas em prol da competição internacional. Com isso, muitos times podem aproveitar esse tempo para treinar e aperfeiçoar jogadas, técnicas e não fazer com que os atletas percam o ritmo com essa paralisação. 

"A nossa folga será de cinco ou no máximo seis dias. Não estamos no momento de dar 13 dias de folga para ninguém. Não estamos lá em cima. Estamos na confusão. Temos de pegar esse tempo e trabalhar o máximo possível", declarou.

VAVEL Logo