Boselli
se mostra contente com própria atuação: “Todos me apoiaram para fazer o gol ”
Foto: Divulgação/Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Boselli se mostra contente com própria atuação: “Todos me apoiaram para fazer o gol ”

O atacante marcou um dos gols que ajudou o Corinthians a vencer o Goiás por 2 a 0

caiqueribero
Caíque Ribeiro

Nesta quarta-feira (7), em jogo válido pela 7ª rodada do Brasileirão, o Corinthians recebeu o Goiás, para cumprir tabela em partida atrasada do Campeonato. Com gols de Júnior Urso e Boselli, o Timão venceu por 2 a 0 e chegou ao 5º lugar na competição, com 23 pontos.

Na saída de campo, o atacante Mauro Boselli, o qual foi especulado uma saída da equipe paulista nesta semana, se mostrou contente com o resultado. O argentino marcou o segundo gol do Corinthians no jogo, de pênalti.

A gente tinha que ganhar o jogo de hoje para ficar lá em cima. Estamos trabalhando duro para chegar o mais alto na classificação. Agora é descansar bem, para chegar com tudo no domingo", afirmou o argentino.

Boselli ainda destacou a confiança de seus companheiros quando pediu para bater o pênalti. O argentino ainda mostrou certa tensão quando o árbitro foi fazer a revisão do lance no VAR.

"O importante é a confiança do treinador e dos meus companheiros. Na hora dos pênaltis, todos me apoiaram para fazer o gol e ganhar confiança", disse Boselli.

"Horrível, já tinha decidido onde chutar, mas foi passando o tempo... De qualquer forma, tinha decidido onde bater, e foi gol. Ele tinha que checar o VAR para saber se foi ou não. Consegui converter e fico feliz por isso", completou o atacante.

Ainda, o argentino concedeu entrevista coletiva aos jornalistas após a partida, junto com Júnior Urso. Já o técnico Fábio Carille desta vez, descansou a garganta e não falou com a imprensa. O volante comentou sobre seu gol e como isso ajuda a recuperar boa forma e confiança.

“Eu fico feliz pelo gol, que chega num momento bom para mim, eu estava precisando disso para poder acabar com qualquer rumor, qualquer coisa referente ao meu nome. Fico feliz por marcar e pelo lance do pênalti ", comentou o volante

Enfim, quando questionado sobre sua fase e as propostas recebidas, Boselli foi claro a dizer sua vontade de ficar no clube.

“Recebi propostas, sim, não só eu, elas chegaram ao clube, de equipes brasileiras e de outros países. Falando com minha família, meu representante, o presidente (Andrés Sanchez) e os dirigentes do Corinthians, chegamos à conclusão de que eu tenho contrato aqui e quero jogar no Corinthians", disse o argentino.

"Quando terminou o jogo, falei também que para uma adaptação é preciso esperar um ano. Eu cheguei há seis meses e não posso querer já ir. Em dezembro a comissão técnica, o presidente e eu veremos como será meu futuro. Tenho vontade de seguir no Corinthians ajudando a equipe" concluiu.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo (11). Os paulistas irão até Porto Alegre enfrentar o Internacional, pela 14ª rodada do Brasileirão, às 11h (horário de Brasília).

VAVEL Logo