Mano comemora terceira vitória do Palmeiras e projeta
segundo turno: “Podemos fazer melhor”
Foto: Divulgação/SE Palmeiras

Mano comemora terceira vitória do Palmeiras e projeta segundo turno: “Podemos fazer melhor”

O Verdão ainda não perdeu sob o comando do novo treinador e assume a vice-liderança do Brasileirão

caiqueribero
Caíque Ribeiro

Neste sábado (14), o Palmeiras recebeu o Cruzeiro no Allianz Parque, pela 19ª rodada do Brasileirão. A equipe do técnico Mano Menezes chegou a terceira vitória consecutiva na competição, ao vencer a Raposa por 1 a 0, com gol de Bruno Henrique. Com o resultado, o clube paulista assume a vice-liderança do campeonato, com 39 pontos, três atrás do líder Flamengo.

Após o jogo, o técnico Mano Menezes falou em coletiva com a imprensa. Quando perguntado sobre o jogo, o técnico destacou a sequência de vitórias, mesmo não tendo uma semana cheia de trabalhos desde que assumiu o clube.

“A gente esperava um jogo difícil. Fazer três vitórias consecutivas em oito dias traria um grau de dificuldade maior. Só nós jogamos na terça-feira, então tínhamos 90 minutos a mais. Penso que no primeiro tempo balançamos bem a bola para chegar do lado, mas exageramos um pouco no cruzamento na área. Como a defesa deles estava bem postada, entregamos mais vezes do que deveríamos. Temos que ter mais paciência, construir com qualidade. Não ir ao canto do campo quando o adversário te induz, o gol fica no meio. Temos que esperar mais. Com um tempo vamos adquirindo. Treinar mesmo vamos treinar na semana que vem”, disse o técnico.

Ao ser perguntado sobre as expectativas para o segundo turno, o comandante do Alviverde sobre a briga pelo título brasileiro. Primeiro, Mano ressaltou a dimensão do líder Flamengo. Ainda, disse que o Palmeiras vai perseguir seu oponente.

"O Palmeiras fez o melhor primeiro turno de sua história nos pontos corridos, dá a dimensão do adversário que está na frente. É possível, temos experiência para saber que uma equipe não consegue manter essa constância o tempo todo. O que cabe a nós é perseguir esse adversário fazendo a nossa parte bem feita. Agora temos um campeonato para disputar, então certamente podemos fazer melhor. Não estou desmerecendo o que foi feito até agora, que foi muito bom em termos de resultado. Vamos tentar jogar bem, como o torcedor gosta de ver seu time. Isso ajuda a construir vitórias importantes", afirmou Mano Menezes.

Enfim, quando questionado sobre a crise no Cruzeiro, além de seu adversário no jogo, seu ex-clube, o treinador minimizou sua saída, e preferiu evitar qualquer polêmica sobre seu desligamento da Raposa e a situação em que ela se encontra.

"Seria uma incoerência da minha parte dizer o que tem que ser feito. Eu estava lá e não consegui, exatamente por todas essas circunstâncias que vocês sabem. O futebol, às vezes, não tem como explicar tudo. Aconteceu aqui pós-Copa América e tudo está em seu lugar. Eu não falaria se tivesse algo para falar, mas não tenho, falei tudo o que tinha para falar", completou o treinador.

Ainda, o autor do gol do Palestra, Bruno Henrique, falou na zona mista aos jornalistas. O volante elogiou suas idas a área adversária, além de comentar sua expectativa para o segundo turno.

“Acho que hoje, principalmente no primeiro tempo, estava chegando mais na área e na hora do gol, tive a felicidade da bola sobrar ali do meu lado. Espero que isso dê cada dia mais uma melhora na continuidade do meu trabalho e quem sabe eu volto a marcar mais gols no segundo turno”, disse o jogador.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (22), pela 20ª rodada do Brasileirão. Desta vez, o time de Mano Menezes encara o Fortaleza, fora de casa, na Arena Castelão, às 16h (horário de Brasília).

VAVEL Logo