Com gol de falta no último minuto, Juventude vira contra o Náutico na semi da Série C
Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude

Com gol de falta no último minuto, Juventude vira contra o Náutico na semi da Série C

Os nordestinos abriram o placar no primeiro tempo; depois do intervalo, os gaúchos empataram e fizeram o 2 a 1 em lance recheado de sorte

leo_silva997
Leonardo José

Não faltou emoção em Caxias do Sul! Juventude e Náutico fizeram  primeiro jogo da semifinal entre ambos na Série C. Após os pernambucanos abrirem o placar no primeiro tempo, os donos da casa se impuseram na volta do intervalo e viraram no último lance, com um gol de falta.

Álvaro foi o autor da alegria nordestina aos 36 minutos. Gabriel Poveda empatou aos 25' do segundo tempo. Pressionando de forma contundente, mas e resguardando na defesa, o time gaúcho foi à glória na ida só aos 50', em cobrança de falta feita por Eltinho, recheada de sorte. A bola bateu no travessão e depois nas costas do goleiro.

Primeiro tempo

A etapa inicial foi de domínio dos pernambucanos. Na primeira metade, o jogo era marcado pela vontade de ambas as equipes em marcar. Renato Cajá do lado sulista e Jean Carlos do lado nordestino são os maestros de suas equipes. Assim, o primeiro lance de perigo foi do time mandante, quando Aprille arriscou de longe e a bola passou perto da trave.

No entanto, aos 36 minutos, Jhonnatann faz cruzamento da direita, Álvaro domina de coxa entre zagueiros e manda para as redes numa finalização um tão acrobática (0 a 1). Logo após a abertura do placar, Cajá respondeu chutando de fora da área e acertando a trave.

A partir daí, o jogo esfriou um pouco, alternando a posse de bola entre uma defesa e outra.

Segundo tempo

Na volta da segunda etapa, o Juventude voltou com uma postura mais ofensiva que no primeiro tempo. Marquinhos Santos pôs seu time para frente e conseguiu incomodar a defesa do Timbu. Aos oito minutos, Dalberto assustou o gol de Jefferson, em cabeçada após escanteio.

Em resposta, no minuto 16, Matheus Carvalho finaliza de fora e Carné fez belíssima defesa. Foi uma das poucas chegadas pernambucanas.

Aos 24', Vidal avançou pela direita e achou Gabriel Poveda sozinho, que dominou, invadiu a área e empatou o jogo na saída de Jefferson (1 a 1). O gol de igualdade comprovou a superioridade gaúcha naquele momento. Depois disso, o Papo voltou a pressionar.

Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude
Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude

Numa na reta final, João Paulo arriscou de fora da área e errou o alvo. Aos 47', Dalberto assustou de cabeça e aos 48', Eltinho é derrubado perto da área. O próprio Eltinho bate a falta, a bola pega no travessão e nas costas do goleiro Jefferson antes de morrer no fundo das redes (2 a 1).

Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude
Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude

Ainda tem a volta

O segundo jogo entre Náutico e Juventude acontece no próximo domingo (22), também a partir das 18h. Como não há o critério do gol fora, qualquer vitória por um gol de diferença do Timbu leva a decisão da vaga na final para os pênaltis. Um empate é bom para o Juventude. Sampaio Corrêa venceu o Confiança por 2 a 0 no primeiro jogo da semi entre eles.

Confira os melhores momentos de Juventude 2x1 Náutico:

VAVEL Logo
CHAT