Após derrota para o CSA, Andrés não poupa críticas: “Quem já quiser sair de férias pode sair” 
Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O momento do Corinthians não é nada bom. Nesta quarta-feira (30), o alvinegro perdeu para o CSA por 1x0 e chega a sete jogos sem vitória no Brasileirão. Após a partida, o presidente Andrés Sanchez concedeu entrevista coletiva e não poupou críticas. 

Estamos há três ou quatro jogos passando vergonha. Já vi time perder, mas se entregar não pode, está apático. Quem quiser sair de férias já pode. Todo mundo tem culpa, mas quando ganha ou perde quem joga tem culpa. Não pode ficar neste marasmo. Tem que ter mais gana, não dá para chutar cinco ou seis gols no gol e não ganhar. No futebol brasileiro o que vale é resultado”. 

Como não podia ser diferente, o mandatário alvinegro foi questionado a respeito da permanência de Fábio Carille no comando da equipe e deixou claro que o treinador tem mais um ano de contrato, mas também sem garantir sua permanência. 

"Se eu falar que ele continua, vão falar que o que a gente fala não vale. Ele tem contrato até o fim do ano que vem. Hoje está ruim todo mundo, jogador que já quer sair de férias tem que falar. Treinador tem culpa, jogador também. Hoje não quisemos jogar, quem já quiser sair de férias pode sair, não tem problema nenhum". 

Andrés também deixou claro que o clima não está nada bom, que “Carille está como todo mundo, decepcionado, ele tem que reagir, bate forte, nestas horas tem que ter mudança drástica, se não reagir tem que ter mudança drástica. Até na diretoria. Não dá para ter paciência, não tem mais paciência”. 

Agora, o Corinthians vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo no próximo domingo, às 16h, no Maracanã. Por fim, Andrés disse que o Corinthians “pode vencer o Flamengo, mas jogando essa m*** que está jogando não ganha. Temos que jogar mais, não podemos ser apáticos, parece que o time está de férias, e férias é só em dezembro", finalizou.

VAVEL Logo