Após derrota em confronto direto, Matheus Costa cita dificuldades de preparação do Paraná
Foto: Reprodução/Paraná Clube

O Paraná foi derrotado pelo Atlético-GO por 1 a 0 em confronto direto na noite desta sexta-feira (15)  no Estádio Antônio Accioly pela 36ª rodada da Série B do Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense se afasta da possibilidade de garantir vaga na elite do campeonato. O técnico Matheus Costa analisou a partida e o desempenho da equipe e destacou os pontos negativos que levaram a derrota.

"Sabíamos que iríamos encontrar um jogo de grau de dificuldade muito alto, a equipe do Atlético-GO jogando em casa com estádio lotado. Teríamos que controlar o início do jogo e acho que fizemos bem, ficou equilibrado até aos 25 minutos do primeiro tempo, tivemos mais posse que o adversário. Depois o Atlético realmente exerceu uma pressão muito forte até o final e não encontramos soluções para sair dessa pressão, roubamos a bola sem atitude e coragem para permanecer e levar até o campo de ataque. No segundo tempo, mesma situação. Defendemos um pênalti, conquistamos um pouco mais de espaço para trabalhar a bola no campo de ataque e acabamos sofrendo o gol em bola parada nossa, detalhe que acabou encaixando em contra-ataque deles em que foram efetivos e felizes na finalização".

Durante a busca pelas primeiras colocações, o time sofreu com problemas técnicos e muitos erros. Para o comandante, a falta da necessária preparação é o principal.

"Alguns jogos, em específico, poderíamos ter conquistado a vitória. A preparação nos atrapalhou em alguns jogos. Tivemos vários durante a competição em que a preparação não foi aquela que esperávamos devido a dificuldade que enfrentamos durante o ano. Esse grupo estava mobilizado para conquistar a vitória, estão todos conscientes. Não temos que achar culpados, infelizmente hoje a realidade é essa mas realmente pecamos em algum momento durante a preparação na competição".

Mesmo com números e difíceis disputas faltando apenas duas rodadas, os torcedores ainda mantêm viva a esperança.

"Não temos que levar o de hoje como o que não conquistou o acesso. Nós deixamos de pontuar jogos fundamentais dentro de casa. Se ainda temos chances é por isso que vamos brigar. Se não acontecer no decorrer da rodada, pode ter certeza que vamos brigar para buscar os sessenta pontos. Temos o jogo lá em Criciúma e vamos buscar a vitória, depois em casa procurar encerrar a competição da melhor forma possível. É justo diante do torcedor e do clube. Temos que enaltecer esse grupo que brigou e lutou muito. Faltou coragem e inspiração para conquistar os três pontos aqui, mas não faltou luta".

O Paraná caiu para a sexta colocação, com 54 pontos. Pela 37ª rodada da Série B, enfrenta o Criciúma na terça-feira (19), às 19h15, no Heriberto Hulse.

 

VAVEL Logo