Demonstração de amor faz Botafogo atingir 30 mil sócios
Torcida do Botafogo abraçou o clube neste início de temporada. (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Importante fonte de renda para os clubes brasileiros, o programa de sócio-torcedor tem ganhado importância vital para os times, principalmente aqueles com maiores dificuldades financeiras. Esse é o caso do Botafogo, que com dívidas altas e poucos recursos tem tentado manter-se em as grandes forças.

Em dezembro de 2019, o clube da Estrela Solitária apresentava cerca de 21 mil sócios torcedores e não demonstrava que teria um crescimento. No início do mês de Fevereiro, o número de adesões até subiu, mas ainda não representava um aumento significativo. Pouco mais de 22 mil torcedores  faziam parte do programa Sou Botafogo.

Esse pequeno aumento foi devido às especulações com o nome de Keisuke Honda no Botafogo. A torcida se agitou nas redes sociais com campanhas para a vinda do meia. Após o acerto com o japonês, o número saltou para 24 mil sócios. Mas o desempenho em campo, com a eliminação na fase de grupos da Taça Guanabara e diversos problemas para fazer a adesão no site do programa dificultaram um maior crescimento.

Negociações por Honda e Touré movimentaram o torcedor.(Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Negociações por Honda e Touré movimentaram o torcedor.(Foto: Vitor Silva/Botafogo)

No dia 15 de Fevereiro outra negociação movimentou e animou os botafoguenses. O clube negociava com Yaya Touré, mas o recado da diretoria era claro: sem adesão ao programa de sócios torcedores, dificilmente ele viria. Então a torcida enfim ouviu e começou a tentar aderir em massa ao Sou Botafogo. E novamente as redes sociais foram essenciais para que esse número aumentasse, diversas campanhas foram realizadas pelos próprios torcedores.

O vice-presidente de marketing, Ricardo Rotenberg, pediu informações aos torcedores nas redes sociais para descobrir as dificuldades enfrentadas por eles ao tentarem a adesão ao Sou Botafogo. Com alguns problemas resolvidos e a negociação com o marfinense em andamento, a adesão de novos sócios teve um BOOM.

Em uma semana o número que antes era de 24 mil, teve um salto para cerca de 30 mil sócios. Média de mil novos sócios por dia. Número importante pensando no projetado pelo Botafogo para a temporada 2020. Além da negociação com Yaya Touré, a classificação nos pênaltis para a terceira fase da Copa do Brasil animou ainda mais a torcida.

Na proposta orçamentária aprovada na última semana, a previsão de arrecadação com o sócio torcedor girava na casa de R$9 milhões. E com 30 mil sócios esse número fica muito próximo de ser alcançado. A explicação é bem simples:

- A adesão ao Sou Botafogo custa R$14.90 por mês. Então cada um dos 30 mil sócios pagam esse valor. 30 mil x R$14.90 = R$447 mil por mês, isso dá R$5.364 milhões por ano.

Entretanto, nem todos os 30 mil sócios torcedores pagam o valor mínimo. Isso porque muitos acabam adquirindo o pacote temporada para determinado setor no estádio Nilton Santos, com isso o valor médio do sócio é ainda maior. Daremos um EXEMPLO:

- Imagine que o valor médio do Sou Botafogo seja de R$30. Então 30 mil x R$30 =R$900 mil por mês, isso dá R$10.8 milhões por ano. 

Esse valor é acima dos R$9 milhões projetados pela diretoria, porém vale destacar que NÃO estamos levando em conta os custos do programa e o valor que utilizamos NÃO é o oficial. Podendo assim variar para mais ou para menos.

O torcedor alvinegro está animado com as contratações feitas pelo clube e sonha com dias melhores em 2020. O projeto Botafogo S/A deverá sair ainda nesta temporada e com isso a esperança se dá pela melhora da parte financeira. Mas enquanto isso não acontece, o botafoguense vai abraçando e reerguendo o time que tanto ama.

É possível fazer a adesão e acompanhar em tempo real o número de sócios torcedores no site do programa Sou Botafogo. Para isso basta clicar aqui.

VAVEL Logo