Em jogo truncado, Figueirense vence Fluminense e abre vantagem na Copa do Brasil
Foto: Lucas Merçon/FFC

Jogando em casa, o Figueirense leva a melhor sobre o Fluminense  por 1 a 0 na reedição da final da Copa do Brasil de 2007. A partida foi no Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC, e válida pela terceira fase. Gol do zagueiro Alemão, aos 37 minutos da segunda etapa, garantiu o triunfo catarinense.

O jogo foi muito morno com muita disputa e uma forte marcação dos donos da casa para anular a velocidade do Tricolor carioca. Nenê pouco produziu, assim como as demais peças do visitante.  Com o duelo pegado, o número de cartões amarelos foi alto. Cinco ao todo e só não teve mais porque o juiz da partida Vinicius Gonçalves Dias Araújo não marcou uma cotovelada de Gilberto (FLU) em cima de Lucas (FIG). 

Como o lateral tricolor já tinha recebido um cartão em uma falta anterior, se a marcação fosse dada pelo dono do apito, o emblema carioca teria um sério prejuízo. Sorte do Flu e azar da equipe catarinense.

A melhor oportunidade da primeira etapa foi numa cabeçada de Marcos Paulo aos 45 minutos que obrigou o goleiro Sidão (ex-Vasco e São Paulo) a fazer uma boa defesa. O Figueirense tentou incomodar com algumas finalizações, mas sem incomodar a meta do goleiro Muriel.

Foto: Lucas Merçon/FFC
Foto: Lucas Merçon/FFC

Segundo tempo

A segunda etapa voltou com a Fluminense se impondo um pouco mais no jogo, adiantando sua marcação e chegando mais à frente para tentar surpreender o adversário.

Mas o treinador da casa, Márcio Coelho tirou o volante Elyeser e colocou zagueiro Paulo Ricardo para fechar a defesa. O Figueirense subiu de produção e conseguiu assustar com um bom chute de Patrick na entrada da grande área onde Muriel espalmou para o lado e no rebote, Diego Gonçalves finalizou colocado o goleiro do clube carioca interveio mais uma vez. Tudo isso aos 19 minutos.

Odair Hellmann também promoveu algumas mexidas colocando Fernando Pacheco e Igor Julião para mexer na ofensividade do time. Mas o Figueira é que foi para cima, subindo a marcação e forçando o sistema defensivo do Flu ao erro.

Foto: Lucas Merçon/FFC
Foto: Lucas Merçon/FFC

Mas na insistência, aos 37, o zagueiro Alemão subiu mais alto e testou para dentro do gol, após cruzamento de Everton que tinha acabado de entrar o serviu o defensor que marcou seu terceiro gol na temporada. 1 a 0 para o Figueirense.

Logo em seguida, aos 39, Nenê perdeu uma bela chance depois do atacante Fernando Pacheco arranjar um cruzamento e o camisa 77 chutar por cima da meta de Sidão.

Ao fim do jogo, Egídio tomou um cartão amarelo, após cometer uma falta em Everton e cedendo uma última oportunidade para o Figueirense que não foi aproveitada. Agora a equipe catarinense leva a vantagem do empate para o Rio, na próxima semana. O jogo será na quinta-feira (19) às 21h30 (horário de Brasília).

Para o time carioca, só a vitória por dois ou mais gols classifica para as oitavas-de-final.  Se ganhar por apenas um gol, a vaga será decidida nos pênaltis. Lembrando que na Copa do Brasil, não há o critério do gol qualificado.

VAVEL Logo