Artilheiro, Ademir agradece a confiança e celebra sequência no América-MG
Foto: Daniel Hott / América

No último dia 5 de abril, Ademir completou dois anos no América-MG, com motivos de sobra para celebrar. A temporada de 2020 está apenas no início, mas o atacante já balançou as redes quatro vezes, e se tornando um dos artilheiros do Campeonato Mineiro, e além disso atuou nos doze jogos disputados pelo Coelho, sendo que oito como titular, um início pra lá de especial.

Os dados são bem mais positivos que nos anos anteriores. Na temporada 2018, Ademir chegou ao América-MG como uma aposta para a disputa da Série A daquele ano. Naquele ano, o atacante realizou 14 jogos e anotou apenas um gol. Em 2019, foram 13 partidas e dois gols. Nesse ano, a oportunidade dada pelo técnico Lisca se traduziu em números superiores.

Confiança do técnico Lisca

Para se ter ideia, em minutagem, Ademir esteve em campo quatro vezes mais do que no ano passado, com 169 minutos em 2019 e 678 minutos em 2020. O bom início é motivo de satisfação para o atleta que espera se superar na retomada das competições.

“Desde que cheguei, em 2018, passei por muito aprendizado e evolução. Sempre estive trabalhando e fazendo minha parte, independentemente de estar jogando ou não. Evoluí no dia a dia e aguardei o momento certo. Tinha em mente que 2020 seria um ano diferente e, felizmente, até aqui, tem sido um ano espetacular. Tive oportunidades e estou fazendo gols. Estou preparado e, sempre que for acionado, espero dar a resposta em busca dos nossos objetivos”, afirma Ademir. 

Apesar de comemorar a boa fase, a sequência como titular para o atacante de 25 anos só veio sob o comando do técnico Lisca. Ademir relata a importância e atribui ao treinador parte de sua evolução dentro e fora de campo.

“O mais importante foi a confiança que tive, desde que o Lisca chegou. Ele e o Márcio Hahn conversaram muito comigo, desde o jogo do Santos-AP, quando comecei como titular. O Lisca me abraçou e meu deu confiança, fico feliz e agradeço muito por isso”, destacou o atacante.

A torcida pediu, Ademir não decepcionou

A relação com o torcedor americano também é um combustível para o atacante. Desde que chegou ao Coelho, o 'fumacinha', como é apelidado por torcedores, foi abraçado pela torcida americana. Ademir garante que o carinho das arquibancadas faz toda a diferença.

“Mesmo em momentos nos quais não estava atuando tanto, sempre percebi que a torcida queria que eu tivesse oportunidades. Minha relação com a torcida é muito boa, muito amigável e de carinho. Desde que cheguei, em 2018, vindo de um time pequeno e sem ter tido muita estrutura na carreira, a torcida me abraçou. Sempre me incentivaram, enviaram mensagens nas redes sociais. O torcedor sempre esteve do meu lado e tenho muito a agradecer, porque me deram forças”, finaliza.

Foto: Daniel Hott / América

A pandemia do Covid-19 (coronavírus) fez com que muitos atletas voltassem para casa para ficar ao lado da família. Apesar do momento de apreensão, o cuidado agora é dobrado, afinal Ademir espera ansioso outro momento especial para esse ano: o de ser papai.

“Essa paralisação foi por um motivo importante, relacionado à saúde, temos que nos cuidar o máximo para evitar um mal pior. Tem sido importante pelo fato de estar ao lado da família, a gente viaja muito por causa da sequência de jogos e não fica muito com eles, como a gente queria. Em breve chega um pequeno americano, muito feliz por isso, e pelo ano no clube", conclui o atleta.

VAVEL Logo