#BrasileirãoNaVAVEL: Como chegam os quatro clubes que subiram à elite
Foto: Divulgação / Site oficial

A edição 2020 do Campeonato Brasileiro começa no sábado (7). São oito estados representados por 20 clubes, dentre eles os recém-promovidos Atlético-GO, Coritiba, Red Bull Bragantino e Sport. Nenhum deles manteve o comando técnico desde o acesso.

Dos quatro clubes que vieram da Série B, apenas o Atlético-GO não chega com ritmo de jogo, visto que o Campeonato Goiano está paralisado desde março. Campeões nos anos 80, Coritiba e Sport desta vez possuem como principal objetivo permanecer na divisão principal do futebol brasileiro. O Red Bull Bragantino aposta na estrutura e no elenco formado para surpreender os rivais.

Acompanhe a seguir um resumo do que aconteceu dentro e fora dos gramados neste quarteto.

Atlético-GO de volta após cinco meses

Líder do Campeonato Goiano, o Dragão venceu sete partidas, empatou duas e perdeu apenas para o Jaraguá. O estadual volta apenas em janeiro. Neste ano o clube também disputa a Copa do Brasil. Após eliminar União Rondonópolis e Santa Cruz, agora é a vez de esperar pelo jogo de volta diante do São José-RS. Os gaúchos perderam o primeiro confronto por 2 a 0.

Durante o período sem jogos, o clube contratou o técnico Vagner Mancini e trouxe seis reforços - o zagueiro João Victor (Inter de Limeira), os volante Matheus Frizzo (Grêmio) e Willian Maranhão (Vasco), os meia atacantes Chico (Ceará) e Everton Felipe (Cruzeiro).

A estreia no Brasileirão foi adiada diante do Corinthians porque o alvinegro está disputando a final do Campeonato Paulista. Sendo assim, o primeiro desafio do Dragão é justamente contra o atual campeão Flamengo no dia 12 em Goiânia. O rubro-negro que ganhou o Campeonato Carioca também trocou o comando - o português Jorge Jesus saiu e o clube acertou com o espanhol Domènec Torrent.

Finalista no Paranaense, Coritiba sonha com o bicampeonato

Após conquistar o acesso com o Atlético-GO, o técnico Eduardo Barroca transferiu-se para o Coritiba em dezembro de 2019. Nesta semana o alviverde perdeu o título estadual para o Athletico Paranaense.

Na atual temporada são 18 jogos, sendo 11 vitórias, três empates e quatro derrotas. Uma delas foi para o Manaus em fevereiro, o que eliminou a equipe logo na primeira rodada da Copa do Brasil.

A novidade do Coritiba para o Brasileirão é o atacante Neilton, que estava nos Emirados Árabes, e portanto não atua desde março. Logo na estreia ele pode reencontrar o Internacional, por onde passou em 2019.  

RB Bragantino chega forte após boa campanha no Paulistão 

Já o campeão da Série B em 2019 trocou o comando técnico desde o acesso. Antônio Carlos Zago deixou o clube em janeiro para trabalhar no Japão e então Felipe Conceição assumiu o cargo. Nesta temporada o Red Bull Bragantino venceu Palmeiras e São Paulo, terminou a fase de classificação do Campeonato Paulista na liderança e avançou até a semifinal, quando foi eliminada pelo atual tricampeão Corinthians.

O principal destaque é o atacante Artur, ex-Palmeiras, mas também há nomes como o meio-campista Matheus Jesus, ex-Corinthians, e o goleiro Cleiton, ex-Atlético-MG. O elenco mistura jovens talentos com jogadores experientes como o capitão e goleiro Júlio César, ex-Corinthians, e o lateral esquerdo Edimar, ex-Cruzeiro. Nesta semana, o clube de Bragança Paulista, cidade a cerca de 90 km da capital São Paulo, conquistou o Troféu do Interior após superar o Guarani.

Irregular em 2020, Sport tenta dar a volta por cima 

Campeão pernambucano em 2019, o Sport caiu para o Brusque na abertura da Copa do Brasil e demitiu o técnico Guto Ferreira, que foi para o Ceará e nesta semana conquistou a Copa do Nordeste. Enquanto isso, o rubro-negro parou nas quartas de final do torneio, eliminado pelo Fortaleza, e sequer chegou à fase final do Campeonato Pernambucano. O desempenho ruim e acúmulo de dívidas preocupa torcedores e gerou críticas da imprensa local. 

Único representante do estado na elite, o Sport disputou 21 jogos na neste ano - venceu seis, empatou 10 e perdeu cinco. Quem está à frente da equipe é Daniel Paulista, que voltou a Recife em fevereiro.

Um dos fatores que pode ajudar o Leão da Ilha é que neste segundo semestre a equipe joga apenas o Brasileirão, ao contrário de rivais que possuem competições paralelas e podem sofrer com o desgaste físico dos jogadores.

A estreia do Sport é justamente contra o Ceará de Guto Ferreira, em jogo previsto para sábado (8) em Recife. Em março, em jogo válido pela Copa do Nordeste, o alvinegro ganhou de virada por 2 a 1.

VAVEL Logo