Sem Everton, Grêmio administra Fluminense e vence com a marca do artilheiro
Diego Souza fez o primeiro gol do Grêmio no Brasileirão 2020. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Em sua primeira partida sem Everton Cebolinha, o Grêmio teve dificuldades, mas conseguiu vencer o Fluminense por 1 a 0 na Arena Grêmio, confronto marcou a estreia das equipes no Brasileirão 2020, neste domingo (9).

Na tentativa da conquista de um título Brasileiro que não vem desde 1996 e embalado pela vitória no Gre-Nal na última quarta-feira. O Tricolor Gaúcho levou a melhor contra o vice-campeão Carioca e largou bem no campeonato.

Jogo aberto, mas com domínio gremista

Nos primeiros 10 minutos, o Fluminense criou uma chance com Dodi e o Grêmio chegou com Diego Souza. A partida dava sinais que seria bem aberta e com chances de ambos os lados.

A melhor oportunidade do Fluminense na primeira etapa foi com Evanilson, que recebeu um belo lançamento e chutou para a defesa de Vanderlei. Após um começo bom do Flu, o Grêmio passou a administrar a posse de bola, diminuir o ímpeto do rival e praticamente neutralizar as armas de Odair Hellmann.

O Tricolor Gaúcho conseguiu chegar com perigo apenas aos 45. Alisson e Isaque fizeram a jogada e Diego Souza, com oportunismo, marcou o primeiro do tricolor gaúcho no campeonato e o seu 108° na história do Brasileirão.

Em meio a diversas substituições, o segundo tempo foi bastante animado. O Tricolor das Laranjeiras se abriu para tentar o empate, criou boas oportunidades com Nenê, Yago e Michel Araujo, porém não conseguiu balançar as redes.

Com o Fluminense aberto, o Grêmio encontrava espaços nos contra-ataques. Foi assim que Diego Souza e Pepê quase ampliaram o marcador. Mas a falta de pontaria e as boas defesas de Vanderlei e Muriel fizeram o placar permanecer em 1 a 0.

Próximos compromissos

Ambas as equipes voltam a campo na próxima quarta-feira (12) às 21h30. O Grêmio vai até o Nordeste enfrentar o Ceará no Castelão, já o Fluminense recebe o Palmeiras no Maracanã. A partida marcará a estreia do campeão paulista na competição.

VAVEL Logo