Em partida de arbitragem discutível, Corinthians busca empate nos acréscimos contra Botafogo
Foto: Vítor Silva/Botafogo

Corinthians Botafogo ficaram no empate em 2 a 2 neste sábado (5) pela oitava rodada do Brasileirão, na Neo Química Arena, em São Paulo/SP. Fagner e marcaram pelo time paulista, enquanto Bruno Nazário e Kalou assinalaram os tentos da equipe carioca. 

O confronto ficou marcado por polêmicas da arbitragem, primeiro gol do Kalou pelo Botafogo, falha de Cássio, discussão entre os jogadores e o primeiro jogo do Corinthians em sua arena, após a negociação do naming rights com a Hypera Pharma.

A partida começou movimentada, e logo nos primeiros minutos o árbitro Rafael Traci marcou pênalti discutível de Marcelo Benevenuto e Fagner abriu o placar na cobrança da penalidade. Bruno Nazário empatou a partida ainda no primeiro tempo, em cobrança de falta que Cássio aceitou, o placar parcial do primeiro tempo terminou em 1 a 1. 

Na segunda etapa do jogo, a recente contratação do Alvinegro, Salomon Kalou, marcou seu primeiro gol pelo Glorioso. O Corinthians reagiu e empatou com Otero, mas o gol foi anulado pelo VAR, que encontrou falta no lance do gol. O empate só aconteceu aos 47 do segundo tempo, com gol de Jô que já havia acertado a trave, sacramentando o empate. 

Estratégias

Tiago Nunes manteve o 4-5-1 da rodada anterior contra o Coritiba, a surpresa na escalação ficou por conta da ausência do Luan, que sentiu um desconforto na coxa direita e foi barrado pelo departamento médico. A equipe de Tiago Nunes soube explorar bem as laterais, criou boas oportunidades com o Jô de referência, mantendo a posse de bola e maior número de finalizações.

Paulo Autuori também não apresentou mudança em seu esquema, mantendo o 4-3-3. A equipe que vinha adotando uma postura reativa nas partidas anteriores, ousou um pouco mais e por pouco não garantiu os três pontos. A aposta pelo lado do Alvinegro e que deu muito certo, foi o jogo veloz da equipe, sempre acionando o Kalou, que marcou em boa jogada da equipe.

Arbitragem polêmica 

Apesar de bom jogo das equipes, a arbitragem não passou em branco na Neo Química Arena, ainda aos nove minutos da primeira etapa, o árbitro Rafael Traci marcou pênalti discutível contra o Botafogo. No lance, Fagner cruza a bola na área e Marcelo Benevenuto disputa com Gustavo Mosquito, na interpretação do árbitro que não acionou o VAR para esse lance, houve disputa faltosa do Benevenuto. 

Outro lance polêmico foi no gol do Otero, que garantiria o empate nesse momento. O lance foi aos 31 minutos do segundo tempo, quando após cruzamento, Otero cabeceou contra a meta de Gatito Fernández, empatando para o Corinthians. No lance, o VAR acionou o árbitro Rafael Traci, sobre suposta falta de Jô em Benevenuto, e acatando a recomendação, o gol foi anulado. 

Após o apito final, ainda houve tempo para bate-boca entre as equipes. Os jogadores se alfinetaram após o empate e o clima esquentou dentro de campo, mas logo contornaram a situação e não passou disso. 

  • Classificação e próximos compromissos 

Com o empate em casa, o Corinthians fica na nona posição do Campeonato Brasileiro com nove pontos em sete jogos, podendo ser ultrapassado na rodada do domingo. O próximo compromisso do Timão novamente em casa, na próxima quinta-feira (10), às 19h15, contra o arquirrival Palmeiras. Apesar do bom jogo de hoje, uma derrota no clássico pode resultar na demissão do técnico Tiago Nunes. 

Já o Botafogo deixa o Z-4 e ocupa a 13ª colocação com oito pontos, mas ainda pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. O Glorioso volta a campo, novamente fora de casa, na quarta (9), às 19h30, quando visita o Athletico Paranaense na Arena da Baixada

VAVEL Logo