Renato cita problemas no
Departamento Médico como causa da queda de rendimento
gremista
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Em entrevista coletiva após o empate por 1 a 1 entre Grêmio e Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro, o treinador Renato Portaluppi afirmou que a equipe pode render mais, porém o momento ruim passa pelo grande número de desfalques que o treinador tem, já que seu Departamento Médico está lotado de jogadores titulares da equipe.

"O momento não é ótimo, mas não é péssimo. Estamos enfrentando duas competições importantíssimas, e com o Departamento Médico cheio. A partir de amanhã a gente pensa no Gre-Nal. Quarta-feira é mais um pela Libertadores, vamos trabalhar para vencer."

O treinador chegou a dizer que não tem muito tempo para treinar e que o momento poderia ser pior, já que a equipe não está ganhando, mas também não está perdendo.

"O Grêmio sempre joga para ganhar. A gente vem tendo problemas, muitos jogadores no Departamento Médico. Não temos tempo para treinar muito. Esse é o nosso maior problema no momento. Não estamos vencendo, mas não estamos perdendo."

Além disso, o comandante evitou comentar sobre uma possível negociação de Jean Pyerre para o Palmeiras e disse que o problema é do presidente. A declaração causou espanto nos torcedores, porém o vice-presidente Paulo Luz, após a entrevista do comandante afirmou que o negócio não sairá.

"Esse assunto do Jean Pyerre, o presidente já deu uma declaração de que ele não existe. É um assunto superado. Todos sabem que o Jean Pyerre é um jogador extraclasse."

Renato ainda voltou a negar que vive momentos de pressão no Imortal e alfinetou a imprensa sobre os recentes questionamentos sobre sua continuidade no clube e o baixo rendimento da equipe.

"Ninguém quer saber dos problemas que estamos vivendo aqui dentro (DM). Hoje foi uma equipe desentrosada e cheia de garotos. As pessoas querem resultados, e quando voltar os jogadores lesionados, vamos ficar fortes de novo. Ou as pessoas entendem que estamos com 90% do time no DM, ou não entendem. "

Para finalizar, Portaluppi elogiou Vanderlei Luxemburgo e a postura do Palmeiras dentro de campo. O comandante afirmou ser corajoso e disse que o Grêmio veio para ganhar mesmo com uma equipe desentrosada.

"Apesar de uma equipe desentrosada e com esquema diferente, jogamos de igual para igual com o Palmeiras. Só que o Grêmio tem um treinador corajoso. Botei um atacante no lugar de um volante. Tomamos o gol, mas em compensação conseguimos o empate."

O Grêmio volta a campo às 21h30 desta quarta-feira (23) para um jogo importantíssimo contra o rival Internacional pela Libertadores da América. O tricolor precisa vencer para deixar sua classificação para as fases mata-mata encaminhada.

VAVEL Logo