Auxiliar técnico do Náutico, Lola avalia jogo contra o Cruzeiro: "Falhas a corrigir"
Caio Falcão/ CNC

Neste domingo (25), o Náutico recebeu Cruzeiro, no estádio dos Aflitos e fez as honras da casa, empatando o jogo por 1 a 1. O confronto direto por posições na tabela era válido pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Juninho Lola que substituiu Gilson Kleina, Covid-19, em entrevista coletiva avaliou a partida.

"Contra a Chapecoense tomamos um gol de lateral no final, foi batida do lado contrário e a bola pegou o jogador da Chape. Hoje a bola estava na mão do goleiro do Cruzeiro, inclusive o Kieza fez certinho o que a gente pede, ficou na frente atrapalhando e infelizmente tivemos uma falha na marcação no lado esquerdo. A gente estava com bastante gente dentro da área e teve um cruzamento do lado esquerdo, tínhamos um número superior de jogadores e tomamos o gol. São falhas que temos que mostrar a ele e corrigir”.

O treinador também comentou sobre a demora em efetuar a substituição e troca da opção sinalizada anteriormente. Além de explicar a mudança de posicionamento entre Jean Carlos e Jorge Henrique.

"É realmente a gente tava pensando em botar o Ronaldo. O Cruzeiro lançou quatro atacantes na nossa linha de quatro lá trás, tentamos posicionar os nossos volantes, daí chamamos o Ronaldo e ele iria entrar, só que a bola não saiu e foi pra mão do nosso goleiro, em seguida tomamos o gol. Aí não podíamos colocar um zagueiro um zagueiro, foi onde optamos pelo Marcos Vinicius descansado. A gente fez essa mudança de posicionamento por que o Jorge tem uma característica de acompanhar mais, tem mais pulmão e o Jean não tem essa característica. Não tem essa de errou fulano, errou ciclano, errou foi todo mundo”.

O próximo desafio do Náutico será contra o CSA, no sábado (31), às 21h (horário de Brasília), em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

VAVEL Logo