Emiliano cita confiança como principal ponto para Botafogo se reerguer no Brasileirão
Foto: Thiago Ribeiro/Botafogo

Após sofrer derrota para o Bragantino por 2 a 1 com direito a lance polêmico, o vice-presidente de futebol do Botafogo foi a público se pronunciar acerca da arbitragem. Marco Agostini criticou a atuação do trio de árbitros e também alegou sequência de erros contra sua equipe.

“Essa é a primeira semana de trabalho da nova comissão. Temos acompanhado e temos muita confiança que dará resultado. Vamos dar a volta por cima. Damos apoio total a eles. Esse apoio fora de campo exige que nós vamos mais uma vez à CBF pelos erros de arbitragem. Vemos falta de critério. O VAR tenta corrigir erros, mas eles continuam com interpretações equivocadas. Os critérios têm que ser melhores explicados. A gente confia no trabalho, mas o resultado vai ser feito dentro de campo. Fora dele nós defendemos com unhas e dentes que o Botafogo não seja prejudicado”.

O Botafogo reclama de um pênalti marcado para o Massa Bruta no segundo tempo. A penalidade foi convertida por Claudinho, custando o resultado ao alvinegro.

Emiliano Díaz, auxiliar técnico de Ramon Díaz, também concedeu entrevista e citou importantes pontos sobre confiança na equipe: "Considero que nos primeiro 35, 40 minutos conseguimos criar situações de gol. A posse de bola também foi nossa. Obviamente que a ideia de Ramón, minha e de todos é manter a postura do primeiro tempo por mais minutos para poder ser superior a todos os rivais [...] É mais a questão mental, tivemos nove situações de gol no primeiro tempo, a jogada do gol foi espetacular. É ganhar confiança, acreditar no trabalho que está começando. Temos que esperar o momento certo para atacar, nos defendermos bem, defender o resultado. Esse grupo está para grandes coisas."

Ainda sobre a confiança do abalado elenco, da equipe posicionada na penúltima posição do campeonato, Emiliano deu ‘dica’ para aumentar a mesma.

“A confiança se tem com o que apresentamos no primeiro tempo. O grupo cresceu no que foi trabalhado, mas vamos melhorar. Sabemos que o Botafogo não tem tempo, mas acreditamos nesse grupo e nesse trabalho. Sabemos que esse momento difícil vai passar, porque temos um elenco rico pelo o que foi mostrado no primeiro tempo. Vamos passar por esse momento e, com a mentalidade do Ramón, vamos ser uma equipe melhor”, afirmou o membro da comissão técnica botafoguense.

O Botafogo enfrenta o Fortaleza, em casa, no próximo domingo (22), pelo Brasileirão.

VAVEL Logo