Dawhan garante permanência na Ponte Preta e promete: "Logo sairemos dessa situação"
Foto: Álvaro Júnior/PontePress

Empate fora de casa geralmente é considerado um bom resultado, porém para a Ponte Preta o 1-1 diante do Brasil de Pelotas na última sexta-feira (25) no Estádio Bento Freitas, em Pelotas, foi insuficiente para deixar a lanterna da Série B

Sem vencer há 11 partidas, desde que ganhou o dérbi no Paulistão, o a Ponte Preta trocou o comando técnico no final do estadual, entretanto Gilson Kleina ainda busca a estratégia ideal para a Macaca reagir - até agora são três empates e quatro derrotas na Série B. A novidade em relação à rodada anterior é que Dawhan interrompeu um jejum do clube - eram quatro jogos sem balançar a rede.

"Lógico que queríamos sair com os três pontos, mas este ponto é de suma importância, não vamos perder o foco. Temos lutado e logo, logo sairemos desta situação complicada", comentou ele, que marcou o primeiro gol em 2021. Com passagem pela base do Corinthians, Dawhan chegou à Campinas em janeiro de 2020, vindo do CSA.

Cruzeiro de olho em Dawhan

Titular absoluto, o volante que também joga como lateral-direito atuou os 90 minutos em todos as rodadas da Série B e despertou interesse do Cruzeiro, mas não foi liberado pelo clube. "Sobre a sondagem, essa parte eu deixo para os meus empresários, meu foco é apenas em campo. Tenho contrato e vou cumprir".

O Brasil começou melhor, principalmente com Lucas Santos, e levou perigo em finalizações de Fabrício. A defesa da Ponte Preta conseguia afastar os cruzamentos, mas o time permitia encontrava dificuldades para frear as chegadas do rival e para criar, tanto que só finalizou em chutes de longa distância de Camilo e Vini Locatelli.

Os gols surgiram no segundo tempo após jogadas de bola parada e durante um intervalo de quase cinco minutos. Os donos da casa saíram na frente aos 29, quando Fabrício desviou cobrança de escanteio de Lucas Santos. O Brasil mal teve tempo para comemorar, porque aos 33 Thalles, que havia entrado no lugar de Camilo, cobrou falta na direção do gol, Matheus Nogueira tirou de soco, mas no rebote a bola voltou pra área e Dawhan apareceu como elemento surpresa na segunda trave para empatar.

"O tempo que a gente tem vai tentar aprimorar a parte ofensiva. É uma preocupação. Queremos que os atacantes tenham situações de gol. No primeiro tempo a gente abusou da bola longa, não é assim que a gente quer. Vamos ver de que maneira a gente pode agredir um pouco mais e melhorar o nosso ataque, não apenas na finalização, mas também na criação", completou Kleina.

Classificação e próximos jogos

Brigando na parte debaixo da tabela neste momento, os times voltam a campo na quarta-feira (30). Sem Vini Locatelli, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico alvinegro terá que mexer na equipe para enfrentar o CSA, 18º, em "jogo de seis pontos" no Moisés Lucarelli. Já o clube gaúcho vai a Brusque encarar o Quadricolor, quinto colocado.

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo