Com a volta da torcida, CSA joga bem e quebra invencibilidade do Botafogo
Foto: Augusto Oliveira/CSA

Jogando no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o CSA pôs fim à invencibilidade de cinco jogos do Botafogo. O Azulão aproveitou um presente para abrir o placar e logo tratou de ampliar, vencendo a partida por 2 a 0. Os gols foram marcados por Marco Túlio e Iury Castilho.

Primeiro tempo fraco ofensivamente

O primeiro tempo da partida entre CSA e Botafogo, em Maceió, foi bem fraco ofensivamente. Quem se encontrava melhor na partida foi o Azulão, que movido pela força da torcida nas arquibancadas, pressionava a saída de bola, sem dar espaços ao Botafogo. 

O Botafogo demorou demais para se encontrar na partida e só assustou aos 42 minutos, quando Diego Gonçalves, após uma cabeçada, parou em uma grande defesa de Thiago Rodrigues.

Deu de presente!

Diferente da etapa inicial, o segundo tempo foi bem mais movimentado. E não demorou muito para o CSA abrir o placar, os alagoanos só não contavam com uma "ajudinha" para marcar. 

Em uma saída de bola, Diego Loureiro tocou justamente nos pés de Marco Túlio, que completamente livre, só teve o trabalho de finalizar.

Ampliou a vantagem

Com o gol, o CSA cresceu na partida e soube se aproveitar de uma partida muito ruim do Botafogo. Após jogada pela direita, Iury Castilho recebeu livre dentro da área e só teve o trabalho de empurrar para o funda das redes ampliando a vantagem do Azulão.

E agora?

Com o resultado, o Botafogo continua com 44 pontos e desperdiçou a chance de ultrapassar o Goiás e assumir a vice-liderança - precisava de um empate para tal. O CSA chegou à primeira página da tabela: com 35 pontos, subiu para a 8ª colocação.

As equipes voltam aos gramados já no fim de semana. No próximo domingo, o CSA vai até Minas Gerais para enfrentar o Cruzeiro, às 16h. No mesmo dia, o Botafogo, contando com o retorno da torcida, medirá forças com o Sampaio Corrêa, às 18h15, no Estádio Nilton Santos.

 

VAVEL Logo