Morínigo elogia atuação do Coritiba contra Brasil e relembra Renato Follador
Foto: Divulgação / Coritiba FC

Ainda não é matemático, mas já é possível dizer que o Coritiba conquistou o acesos para o Brasileirão 2022. Na 36ª rodada da Série B 2021, no Couto Pereira, a equipe fez 2 a 1 no Brasil e chegou à pontuação mínima para que alcançasse o principal objetivo no torneio nacional. Na entrevista coletiva, Gustavo Morínigo, treinador do clube, falou sobre a partida e relembrou uma figura importante na história recente da peleja.

Primeiro, o treinador do Coxa falou sobre a metade inicial de jogo. "O time se comportou muito bem do começo ao fim. Na verdade, não falei muito quando terminou o primeiro tempo, porque estávamos fazendo bem as coisas. Chegamos por fora, chegamos por dentro, definimos, tentamos muitas definições", comentou Morínigo.

Para o técnico, a segunda etapa foi a melhor em toda a peleja. "Não estivemos melhor no primeiro tempo, e o segundo tempo sim. O começo foi muito bom, queríamos buscar esse gol tranquilizador sobre todas as coisas e conseguimos. Mas, por um erro de movimento e tomada de decisões, eles conseguiram o pênalti que nós complicou bastante", destacou o profissional do CFC.

No geral, o treinador gostou da atuação contra o Brasil de Pelotas. "A equipe se comportou bem e conseguimos um triunfo que empurramos todos, realmente com a torcida os jogadores dentro do gramado e hoje estamos disfrutando de um triunfo", pontuou.

No 4-2-3-1 de Gustavo Morínigo, o Coritiba FC levou a melhor em todas as estatísticas da partida disputada no Alto da Glória: 63% da posse de bola e trinta e três finalizações (contra sete dos adversários) - sendo sete certas. Também no 4-2-3-1 e comandado por Jerson Testoni, o GE  Brasil acertou apenas dois chutes em direção ao gol.

Agradecimento especial

Ao falar sobre a peleja contra o Brasil-RS, o técnico aproveitou para relembrar o presidente que o contratou, morto em julho após contrair coronavírus. "O acesso ainda não temos matematicamente, mas temos a pontuação que buscávamos. Mérito total da diretoria, do presidente Renato Follador, que suportou a pressão e confiou no meu trabalho e da minha equipe", relembrou.

Após as eliminações no Campeonato Paranaense 2021 e na Copa do Brasil 2021, o treinador teve o aval da diretoria para se manter à frente do clube. "Mesmo com uma eliminação, tive a confiança da diretoria. Isso deu suporte ao trabalho, focamos em melhorar. Tínhamos um grupo bom, era questão de seguir trabalhando. Mérito para quem confiou em mim", finalizou.

Na 37ª rodada da Série B 2021, o Coritiba recebe o CSA, enquanto o Brasil joga em casa contra o Botafogo

VAVEL Logo