Saiba como o Corinthians se tornou potência no futebol feminino
Foto: Divulgação / Corinthians

Em seis anos de trabalho, Arthur Elias, atual técnico do Corinthians feminino, conquistou onze títulos, sendo três Campeonatos Paulistas, três Campeonatos Brasileiros, três Copas Libertadores da América, uma Copa do Brasil e o mais recente, uma Supercopa do Brasil. O comandante alvinegro conquistou a Bola de Prata no ano passado, quando alcançou a tríplice coroa com as meninas.

Como tudo começou

Mas como as garotas do Corinthians se tornaram imbatíveis e as líderes do futebol nacional? Bom, tudo começou lá em 2016, quando o time resolveu voltar com a categoria feminina. Juntamente com o Audax, os dois times solidificaram uma única equipe. Neste mesmo ano, conquistaram a Copa do Brasil e garantiram a vaga para a Conmebol Libertadores. Após um ano, em 2018, Corinthians e Audax resolveram acabar com essa junção e permaneceram com seus projetos independentes. 

Cris Gambaré, a diretora do futebol feminino no Timão, convenceu a diretoria geral a investir corretamente nas garotas, pois saberia que viria um retorno positivo. Com isso, elas treinam com as mesmas condições da base masculina, com qualidade e valorização do dia a dia e dos treinos. O time também tem a categoria de base feminina, o que as incentiva e valoriza desde cedo.

Marketing e incentivo da torcida

O Corinthians também trabalha muito com a questão do marketing nas redes sociais. Quando é feito um anúncio de jogadoras novas ou até mesmo de venda de camisas especiais, a frase "Respeita as minas" está sempre presente nos produtos delas. Isso gera motivação para a torcida alvinegra e engaja o time feminino tanto virtualmente como no estádio, onde já superaram o recorde de público nacional em um jogo feminino, com mais de trinta mil torcedores na Neo Química Arena.

O retorno do investimento

Com o time brilhando e ganhando muitos títulos, as meninas se tornaram referência mundial, onde os torcedores de vários times pedem um torneio de Mundial de Clubes feminino, para que o Brasil possa mostrar seu potencial com o Corinthians avassalador.

O time vem chamando muita atenção principalmente dos times locais e os incentivando a investir nas garotas também, assim, criando uma rivalidade com o Timão.

No ano de 2021, o Corinthians feminino terminou a temporada com um retorno de R$ 856 mil, o que mostra que a categoria nunca será um gasto, mas sim investimento.

VAVEL Logo