Arão sai do banco para virar o jogo e dar vitória ao Flamengo em Madureira
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Na tarde quente do subúrbio carioca, o  Flamengo teve trabalho para derrotar o Madureira no retorno após nove anos a Conselheiro Galvão nesta quarta-feira (16). Depois de sair atrás do placar, os comandados de Paulo Sousa viraram o jogo no segundo tempo e garantiram a vitória de 2 a 1 pela sétima rodada do Campeonato Carioca.

De olho no Atlético-MG na Supercopa do Brasil, o técnico português poupou seus principais jogadores e mandou a campo  uma equipe alternativa, com Diego Alves, Isla, Cleiton, Noga, Renê, Diego Ribas, Andreas Pereira, João Gomes, Marinho, Vitinho e Pedro.

Já é o terceiro triunfo seguido do Fla no Cariocão, todos sob tutela do técnico português. O resultado também coloca o Rubro-Negro parcialmente na liderança da Taça Guanabara, com 16 pontos em sete rodadas. Enquanto isso, o Madureira segue com sete pontos e ainda na sétima posição, brigando por vaga na Taça Rio.

Madureira bem no primeiro tempo

O primeiro tempo foi surpreendente por parte dos donos da casa. Logo aos dois minutos, Ygor Catatau aproveitou espaço no lado direito da defesa flamenguista, avançou e abriu o placar. Mesmo depois do 1 a 0, o time de Alfredo Sampaio seguiu buscando o ataque e não deixando o Fla tomar conta.

Foi aí que os rubro-negros se sentiram acanhados e ficaram nervosos. Andreas Pereira, principalmente, foi o grande destaque negativo do primeiro tempo. Errou três botes e tomou dois dribles, além de levar cartão amarelo por deixar o braço em Henrique Luiz. Logo depois do cartão, Paulo Sousa sacou o meio-campista de 10,5 milhões de euros e colocou Willian Arão.

O volante que mudou o jogo

Depois do intervalo, o Flamengo mudou de postura e se impôs sobre o Tricolor Suburbano. Vitinho, um dos mais regulares em 2022, levantou para Arão, na primeira travem, tocar de cabeça para o meio da área. Eis que o sumido Éverton Ribeiro só complementou para empatar aos 59'.

Aproveitando a blitz, Arão pegou uma sobra aos 69' e deu um tapa no ângulo de Dida, fazendo os saudosistas se lembrarem do velho Zico. Pois é, o volante que começou no banco mudou a história do jogo no segundo tempo. A partir daí, somentes tentativas de Pedro, Vitinho e Bruno Henrique.

Foco agora é na Supercopa

Agora o Flamengo volta todas as suas atenções para a decisão da Supercopa do Brasil contra o Atlético-MG, às 16h do próximo domingo (20), em Cuiabá. Paulo Sousa vai em busca do tricampeonato para o Rubro-Negro diante do atual campeão da Série A e da Copa do Brasil.

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo