Sergipe vira sobre Falcon e vence primeiro jogo da final sergipana
Foto: Osmar Rios / Sergipe

Deu Gipão na primeira final! No jogo de ida da decisão do Campeonato Sergipano, o Sergipe bateu o Falcon por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (6) e largou com vantagem em busca do título. Numa Arena Batistão com clima de decisão, o time da Barra dos Coqueiros até que saiu na frente, mas o lado rubro da batalha buscou a virada.

Depois de fazer uma boa primeira fase e ficar em primeiro do Grupo B, o Falcon não venceu no mata-mata. Chegou à final com dois empates em 1 a 1 com o Confiança. Já o Sergipe cresceu na reta final. Bateu o Itabaiana, que tinha a melhor campanha, no primeiro jogo da semifinal e agora vence a grande surpresa do campeonato.

Sergipe em cima e Falcon nos contra-ataques

A primeira metade do jogo foi equilibrada e como todos esperavam: Sergipe de Daniel Neri propondo o jogo e Falcon de Luciano Quadros ousando em contragolpes. Foi assim que o time roxo quase abriu o placar com Abner e Neto, mas os dois pararam na zaga e defesa de Kennedy. Paulinho Simionato também teve chance para o lado vermelho, porém sua finalização passou raspando a trave.

No segundo tempo, a eficiência ganhou o tom. Tanto que aos 51 minutos, Marcinho aproveitou vacilo de Kennedy e soltou a pancada cruzada no ângulo para abrir o placar. Logo depois, Paulinho Simionato teve gol anulado pelo VAR por impedimento.

O jogo mudou quando Daniel Neri sacou Fabiano e colocou Phillip. O baixinho, em seu segundo lance, já levantou a bola na cabeça de Paulinho Simionato, que desviou de cabeça e empatou o confronto aos 67'. Em seguida, foi a vez de Phillip fazer boa jogada na direita e tocar para Hiago no meio sofrer pênalti. O próprio Hiago bateu e converteu aos 82'. E o Falcon ainda mandou bola na trave com Léo Rocha, aos 88'.

A finalíssima

A vitória por 2 a 1 faz com que o Gipão possa perder até por um gol de diferença no jogo de volta para garantir seu 36º título da história. Para o caçula Falcon, só um triunfo com dois gols ou mais de diferença lhe garante a conquista estadual.

Os dois voltam a se enfrentar no sábado (9), às 16h, também na Arena Batistão.

VAVEL Logo