Fortaleza é dominado e perde para o Colo-Colo em sua estreia na Libertadores
Divulgação / Colo-Colo

O espetáculo da torcida foi lindo para a estreia do Fortaleza na Libertadores, mas só que não contavam com a visita indesejada do Colo-Colo. O Leão foi derrotado pelos chilenos por 2 a 1 e começa a se complicar na competição. Com um primeiro tempo ruim, onde foi dominado, o Tricolor sofreu outro golpe no começo da segunda etapa e apesar de ter descontado,  o time chileno segurou a pressão e conquistou a vitória em plena Arena Castelão lotada, frustrando os mais de 50 mil torcedores presentes.

Com o resultado o Tricolor de Aço fica zerado na tabela do Grupo F junto com o Alianza Lima, mas só que na lanterna, por causa do critério de gols sofridos. Já o Colo-Colo é o líder com três pontos somados e ao lado dele o River Plate. Os gols da partida foram marcados por Lucero (38' 1T) e Solari  (3' 2T), Renato Kayser descontou para os tricolores.

A torcida fez sua parte, com um mosaico permanente apoiou o Fortaleza desde a entrada do time ao gramado, mas só que os visitantes não deram importância e já começaram se impondo na partida. Logo no primeiro minuto de jogo, Gil recebeu um bom cruzamento rasteiro e de primeira fez o Max Walef trabalhar, ele defendeu em dois tempos.

A pressão da equipe chilena continuava e aos oito minutos perderam uma chance incrível e graças ao Benevenuto o placar não foi aberto, Solari recebeu um ótimo cruzamento que desviou na defesa e de frente para o gol pegou de primeira, o zagueiro tricolor em cima da linha tirou de cabeça.

O Leão só acordou aos 32' quando Lucas Lima lançou Pikachu na direita que cruzou na direção de Moisés, ele cabeceou para fora. Mas foi tarde demais, já que aos 37', Suazo fez um passe entre a defesa dos donos da casa e encontrou Lucero que bateu cruzado, sem chance para o Walef, a partir daí o time chileno só aguardou terminar a primeira etapa, já o Leão sentiu o golpe e  mesmo com o gol tomado a torcida tricolor continuou apoiando na saída do intervalo.

  • Fortaleza leva um baque no início, diminuiu o placar, mas o Colo-Colo se segura e sai vitorioso

Na volta do intervalo, o técnico Juan Pablo Vojvoda resolveu  mexer no seu time, o volante Felipe entrou no lugar do Hércules. Mas nem deu tempo dessa alteração surtir efeito já que logo com três  minutos da segunda etapa um banho de água fria nos tricolores, Gil recebeu na esquerda da grande área e só tocou para o Solari que só ele e a trave não perdoou, 2 a 0.

O Fortaleza só teve reação aos 16 e sempre com o Moisés, ele passou de todo mundo no meio e tabelou com o Landazuri, o atacante recebeu novamente e chutou na rede pelo lado de fora. Logo depois um lance polêmico que poderia mudar a partida, Moisés recebeu sozinho na frente e foi claramente empurrado  o árbitro nem quis saber para indignação dos torcedores. Parece que o lance deu novo ânimo ao time, pois aos 24 o Leão  descontou, Pikachu recebeu na direita e só tocou na medida para o Renato Kayser que dividiu com a defesa e tocou para as redes.

O Fortaleza  continuou na pressão em busca do empate mesmo de forma atabalhoada e arriscando de longe com o Felipe que fez o goleiro visitante trabalhar. Nos acréscimos Amor foi expulso por causa de um carrinho criminoso, ele recebeu o segundo amarelo e foi para rua.

Ainda deu tempo para o último suspiro que poderia ser um alívio para o time tricolor, em falta na direita cobrada por Lucas Crispim, Benevenuto cabeceou na trave e no rebote mandou longe, perdendo uma chance incrível. Mas ficou nisso mesmo para o desespero e lamentação dos torcedores que lotaram a Arena Castelão, agora resta o Leão somar pontos fora de casa se não a situação ficará muito complicada na Libertadores.

  • Próximos jogos

O Fortaleza agora volta as atenções para a estreia no Campeonato Brasileiro no próximo domingo, o Tricolor enfrenta o Cuiabá em casa, às 18h. Somente na próxima quarta-feira que o Leão volta a jogar pela Libertadores onde terá um duelo muito difícil contra o River Plate no Monumental de Nunes, precisando vencer para fuçar vivo na competição.

VAVEL Logo