São Paulo bate Everton-CHI no Morumbi e abre vantagem no grupo D da Sul-Americana
Foto,: Staff Images / CONMEBOL 

O São Paulo derrotou o Everton, do Chile, por 2 a 0, no Morumbi, pela segunda rodada da Copa Sul-Americana. Com gols de Arboleda e Talles Costa, o Tricolor abre três pontos de vantagem e lidera o Grupo D.

O time paulista precisava vencer de qualquer jeito pra se manter isolado na liderança, os primeiros minutos de jogo já dava pra se imaginar que seria bastante truncado. O Tricolor tentava de todas as maneiras chegar ao ataque, mais não conseguia furar o bloqueio da defesa do Everton-CHI.

Aos 12', Arboleda recebeu passe e completou logo em seguida de cabeça o cruzamento de Reinaldo, mas a bola desviou e foi para fora. Logo em seguida mais uma chance para o Tricolor, de bola parada, uma nova falta foi cobrada pelo lateral-esquerdo Juan não conseguiu chegar a tempo para concluir ao gol. Os mandantes seguiam tentando, restou apostar nas bolas paradas. Aos 30', Reinaldo mandou para a área novamente, e Arboleda estava lá após bate-rebate, ficou com a sobra para chutar firme, sem chances para o goleiro, abrindo o placar no Morumbi.

Aparentemente, os chilenos não sentiram o gol e foi pra cima. Estava precisando sair para o jogo em busca do empate, e numa oportunidade aos 35',  quase ficou tudo igual. Cuevas chutou a bola e experimentou de muito longe surpreender Tiago Volpi, que teve de se esticar todo para fazer a defesa e por pouco ela não foi concluída em gol. Mais tarde por outro lado, o goleiro tricolor quase entregou novamente ao tomar uma atitude precipitada. Ao sair do gol, acabou sendo desarmado por Di Yorio, que bateu com endereço certo, mas Arboleda apareceu no meio do caminho para evitar o empate dos chilenos.

O São Paulo voltou para o segundo tempo com mudanças pontuais na equipe. Rigoni entrou na vaga de Juan, enquanto Patrick substituiu Toró. Ainda no começo, Gabriel Sara após nove jogos, entrou na vaga de Luan, e Rodrigo Nestor na de Luciano. Povoando mais o meio-campo, os comandados de Rogério Ceni passou a correr menos riscos com a nova formação imposta pelo técnico, bem como começaram a levar bem mais perigo ao Everton. Aos 23', Nestor recebeu a bola e ficou com a sobra na entrada e pegou de primeira, sem deixar a bola cair, mas mandou à direita do gol.

Na reta final, entrou Calleri no lugar do Reinaldo, deslocando Patrick para a lateral esquerda. Talles Costa decretou a vitória do Tricolor, que marcou seu primeiro gol como profissional, e marcando o segundo gol na partida aproveitando a sobra do escanteio para pegar de primeira e estufar as redes.

VAVEL Logo