Avaí decepciona torcida e perde em casa para Atlético-GO
Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

Avaí entrou em campo com a esperança de deixar o Z-4, mas perdeu para o Atlético-GO em casa e se complicou ainda mais no Brasileirão 2022. O Dragão, que não vencia há sete jogos, abriu vantagem na Ressacada com gols de Wellington Rato e Baralhas. Pottker descontou para o Leão, em jogo válido pela 29ª rodada, neste sábado (1º).

Com a vitória, o Atlético-GO amplia para nove jogos a sequência invicta contra o Avaí - a última vitória dos catarinenses no confronto veio em 2014.

Dragão marca no último lance do primeiro tempo

O Avaí, com esperanças de deixar o Z-4, começou pressionando a saída de bola do Atlético-GO e teve uma chance logo no primeiro minuto. Após saída errada do Dragão, Natanael recebeu de Bissoli e bateu colocado de pé direito, à esquerda do gol.

A resposta do Dragão veio dois minutos depois. Em contra-ataque puxado a partir de escanteio do Avaí, Arthur Henrique cruzou e Churín subiu contra dois marcadores, cabeceando ao lado da meta de Vladimir, que voltou ao time catarinense após se recuperar de lesão.

Após um início movimentado, porém, o ritmo do jogo diminuiu. Com falhas nas tomadas de decisão, os dois times perderam boas chances em posições favoráveis no campo de ataque e levaram pouco perigo. O Atlético-GO teve superioridade na posse de bola, com 55%, e cada equipe finalizou seis vezes. Aos 36, o Avaí chegou bem, quando Bissoli recebeu de Muriqui de frente para o gol, mas foi bloqueado por Willian Maranhão, que mandou a bola à esquerda do gol.

A única bola que foi na direção do gol entrou, já no minuto final do primeiro tempo. Após roubada de Airton, Luiz Fernando recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro para Wellington Rato, que completou com chute rasteiro para o fundo do gol.

Triunfo rubro-negro

O Avaí voltou para a etapa final com uma postura agressiva. Antes do primeiro minuto, após cruzamento da esquerda, Pottker dominou dentro da área, limpou e chutou rasteiro, mas Renan pegou no susto. Pouco tempo depois, Thales cruzou da esquerda e Pottker desviou de cabeça para o fundo do gol, mas arbitragem flagrou impedimento.

Se lançando para o ataque, o Avaí se aproximava do empate, mas, enquanto não marcava, deixava espaços para o contra-ataque rubro-negro. Aos 10, após bola perdida por Natanael, Airton disparou em contra-ataque pela esquerda e cruzou rasteiro para Baralhas, que só empurrou para o fundo do gol: 2 a 0. Este foi o segundo gol do meio-campista no Brasileirão, ambos contra o Leão.

Do banco, Lisca tirou Guerrero e Marcinho para buscar uma reação, mas ambos pouco fizeram. Mesmo sem muitos argumentos, o Avaí voltou para o jogo aos 20. Após lambança de Willian Maranhão dentro da área, Pottker tirou de Renan, girou e mandou para o fundo do gol. 

Depois do gol, o Avaí teve um momento de pressão, que não se sustentou. O time do técnico interino Eduardo Souza gastou o tempo como pode e, apesar da posse de bola do rival, não sofreu tanto. O Atlético-GO até teve chances mais claras no contra-ataque, mas o 2 a 1 foi suficiente para assegurar a vitória rubro-negra, para desgosto dos mais de 8 mil torcedores na Ressacada, que vaiaram ao apito final do árbitro.

Classificação e próximos compromissos

Com a derrota, a segunda seguida, o Avaí para nos 28 pontos, em 18º lugar, três acima do Atlético-GO, que é o vice-lanterna.

O Avaí volta a campo na quinta-feira (6) diante do Botafogo, novamente na Ressacada, às 19h. O Atlético-GO joga um dia antes, na quarta-feira (5), contra o Fluminense, às 19h, no estádio Antônio Accioly.

VAVEL Logo