Roger marca duas vezes e Botafogo vence clássico contra o Flamengo

Camisa 9 de General Severiano marcou duas vezes na segunda etapa e definiu o jogo; Éverton Ribeiro foi o jogador mais ativo do Flamengo no jogo mas pouco produziu

Roger marca duas vezes e Botafogo vence clássico contra o Flamengo
(Foto: Divulgação/Botafogo)
Botafogo
2 0
Flamengo
Botafogo: Gatito; Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello e Victor Luís; Bruno Silva e Matheus Fernandes; Leandrinho (Dudu Cearense, min. 45), Léo Valencia (Fernandes, min. 35 do 2ºT) e Pimpão (Guilherme, min. 26 do 2ºT); Roger.
Flamengo : Diego Alves; Rodinei, Rhodolfo, Rafael Vaz e Trauco; Cuéllar e Rômulo (Willian Arão, min 20 do 2ºT); Geuvânio (Berrío, min. 13 do 2ºT), Éverton Ribeiro e Matheus Sávio (Éverton, min. 25 do 2ºT); Guerrero.
Placar: 1-0, min. 11 do 2ºT, Roger. 2-0, min. 23 do 2ºT, Roger.
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Botafogo e Flamengo se enfrentaram nesta noite de domingo (10) no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com dois gols de Roger, o Glorioso venceu o Urubu no clássico carioca. 

Apesar da vitória, o time de General Severiano permanece na 7ª colocação, com 34 pontos, devido à vitória do Cruzeiro. Já o clube da Gávea perdeu a oportunidade de assumir o 4º lugar e com a derrota permanece na 5ª posição com 35 pontos. 

Na próxima quarta-feira (13), às duas equipes voltam a campo por competições continentais. Pelas quartas de final da Conmebol Bridgestone Libertadores, o Botafogo recebe o Grêmio no Nilton Santos às 21h45, pelo jogo de ida do principal mata-mata das Américas. O Flamengo viaja até Chapecó onde encara a Chapecoense às 19h15 na Arena Condá, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-americana

Pela competição nacional, o Glorioso recebe o Santos no Rio de Janeiro às 19h de sábado (16). Já o Rubro-negro encara o Sport Club do Recife no domingo (17), às 16h, na Ilha do Urubu

Primeiro tempo com boas chances de gol fica no 0 a 0

Os primeiros minutos foram de intensa troca de passes. Trauco buscou chute de fora da área mas isolou. O Botafogo respondeu com Victor Luís, que fintou Rodinei pela esquerda e mandou por cima do gol. 

Apesar do Flamengo trabalhar melhor a bola, o Botafogo chegava melhor. Pimpão ficou com a bola após cobrança de escanteio e finalizou em cima de Diego Alves. Roger também recebeu livre na grande área, dominou, mas finalizou mal ao lado do gol rubro-negro. 

A melhor chance do Fla até a ocasião foi em cobrança de falta de Paolo Guerrero. O peruano bateu com maestria e perfeição no ângulo direito de Gatito Fernandez, porém o goleiro paraguaio se esticou todo para operar um milagre. 

O Urubu aos poucos foi se soltando no jogo. Éverton Ribeiro recebeu livre na entrada da área após boa troca de passes e finalizou rasteiro, à esquerda de Gatito e do gol. O Glorioso buscava resposta nos contra-ataques, mas esbarrava na implacável marcação do rival. 

O time de General Severiano por muito pouco não foi feliz. Após lançamento de Igor Rabello, Roger saiu de cara com Diego Alves e tocou para o gol, mas o bandeirinha já assinalava o impedimento do camisa 9 alvinegro. 

Um jogo bom, lá e cá. Gatito foi apertado por Éverton Ribeiro em saída de bola e por muito pouco não perdeu. Éverton Ribeiro chegou à tomar mas o goleiro paraguaio se recuperou e afastou. 

O Botafogo quase chegou ao primeiro gol com Roger. Após excelente jogada de Léo Valência pelo lado esquerdo em cima
de Rodinei, o chileno cruzou, o camisa 9 cabeceou para o chão e Diego Alves encaixou de forma magnífica, evitando o gol alvinegro. O Rubro-negro respondeu com Guerrero, que recebeu dentro da área após jogada de Éverton Ribeiro e mandou para fora. 

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Jogo equilibrado, lá e cá, o Glorioso chegou de novo. Em boa jogada pelo lado direito, a bola foi alçada na grande área, Roger perdeu para Diego Alves que afastou. Victor Luís ajeitou para Rodrigo Pimpão que bateu colacado mas acabou errando o alvo do goleiro rubro-negro. 

O clube da Gávea tentava responder já no final da primeira etapa. Após muitas bolas erguidas na área, sem resultado, buscando o centroavante peruano Paolo Guerrero, Matheus Sávio arriscou chute da entrada da área mas mandou longe do alvo no último lance do primeiro tempo. 

Roger faz duas vezes e Botafogo vence

A primeira boa chance do segundo tempo foi do Flamengo. Matheus Sávio tabelou com Éverton Ribeiro, recebeu na grande área entre dois marcadores e acabou finalizando por cima do gol de Gatito. O Botafogo respondeu. Após passe de Igor Rabello para Pimpão, o camisa 7 serviu Roger que finalizou de fora da área para defesa tranquila de Diego Alves. 

O Rubro-negro foi pra cima. Guerrero recebeu, fez boa proteção, tocou para Matheus Sávio que ajeitou para Éverton Ribeiro. O camisa 7 bateu forte de fora área e Gatito Fernandez fez belíssima defesa. 

De tanto insistir, o Botafogo saiu na frente. Após batida de escanteio de Léo Valência, Igor Rabello ganhou de Cuellar no alto e cabeceou na trave, no rebote o artilheiro alvinegro Roger escorou para as redes e abriu o placar no Nilton Santos. 

(Foto: Divulgação/Botafogo)
(Foto: Divulgação/Botafogo)

Por muito pouco o camisa 9 não ampliou. Após troca de passes pela esquerda, Pimpão tocou no centroavante que finalizou à esquerda da meta do goleiro rubro-negro, que na sequência reclamou muito com sua defesa. 

O Flamengo buscou o empate. Na primeira chance, Berrío recebeu bolão de Éverton Ribeiro e cruzou por baixo mas o zagueiro Marcelo afastou. Na segunda, Berrío cruzou, a zaga alvinegra falhou e a bola ficou com Guerrero, que dominou e caiu. O árbitro da partida mandou o jogo seguir. 

O Urubu buscava o empate nas bolas áreas de Éverton Ribeiro ou então nas jogadas pelos lados com Orlando Berrío. Matheus Sávio, pela esquerda, recebeu, carregou e chutou longe do gol. 

O Botafogo, na sequência, ampliou. Após arrancada de Léo Valência, o chileno serviu Bruno Silva que cruzou rasteiro, Roger se antecipou a Rhodolfo e resvalou na bola tirando completamente do alcance de Diego Alves

O Flamengo aos poucos tentava chegar, mas sem muito êxito. Éverton fez boa jogada pelo lado esquerdo e tocou para o xará Éverton Ribeiro que chutou pela linha de fundo. Com jogo morno, o Botafogo foi mantendo o total controle do jogo nos minutos finais. 

O clube da Gávea foi guerreiro e não se rendeu. Cuellar tabelou com Guerrero e tocou em Trauco que deus belos dribles e devolveu para colombiano que chutou com muito perigo à direita de Gatito Fernandez. 

O Rubro-negro insistiu em bola levantada na área após escanteio. Após bate rebate, a bola sobrou e Trauco tentou de cabeça mas o goleiro de General Severiano ficou com ela. No contra-ataque, Fernandes avançou do meio-campo até a grande área e quase fez o gol, mas foi travado por Rafael Vaz no último lance de perigo da partida.