Palmeiras sai atrás, mas vira diante do Vitória e consegue triunfo após três derrotas seguidas

Jogo foi equilibrado, mas Verdão aproveitou as chances e marcou quatro gols sobre o Rubro-Negro baiano

Palmeiras sai atrás, mas vira diante do Vitória e consegue triunfo após três derrotas seguidas
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Palmeiras
4 2
Vitória
Palmeiras: FERNANDO PRASS; MAYKE, MINA, DRACENA E EGÍDIO; FELIPE MELO (ZÉ ROBERTO), TCHÊ TCHÊ E GUERRA (MICHEL BASTOS); DUDU (BORJA), RÓGER GUEDES E WILLIAN. TÉCNICO CUCA
Vitória: FERNANDO MIGUEL; GEFERSON, WALLACE, ALAN COSTA E PATRIC (LEANDRO SALINO); RENÉ, CLEITON XAVIER, YAGO (DAVID) E UILLIAN CORREIA; ANDRÉ LIMA E NEILTON (JHEMERSON). TÉCNICO ALEXANDRE GALLO
Placar: 0-1, Uillian Correia, min 9. 1-1, Róger Guedes, min. 27. 2-1, Dudu, min. 45. 3-1, Mayke, min. 25. 4-1, Dudu, min. 31. 4-2, David, min 39.
ÁRBITRO: BRUNO ARLEU DE ARAUJO, AUXILIAR 1 LUIZ CLAUDIO REGAZONE AUXILIAR 2 EDUARDO DE SOUZA COUTO ; TRIO DO RIO DE JANEIRO
INCIDENCIAS: 14º RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO; JOGO ACONTECEU NESTE DOMINGO (16), ÁS 11H, NO ALLIANZ PARQUE EM SÃO PAULO

Neste domingo (16), o Palmeiras recebeu o Vitória no Allianz Parque e venceu por 4 a 2. O jogo foi válido pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro, e os gols do lado palestrino foram de Róger Guedes, dois de Dudu Mayke, e do time baiano, de Uillian Correia David

Com o resultado, o Palmeiras chega a 22 pontos e assume, provisoriamente, a quinta colocação, na zona de classificação para a Libertadores. O time baiano, no entanto, fica com 12 pontos e cai para a 19ª posição.

O Verdão volta a campo na próxima quarta-feira (19), às 21h45, quando enfrentará o Flamengo na Ilha do Urubu; o Rubro-Negro baiano enfrentará o Grêmio no mesmo dia, mas às 19h30, no Barradão. 

Palmeiras sai atrás mas busca virada no primeiro tempo

As propostas de jogo eram claras: um Palmeiras com posse de bola, pressionando o adversário desde o começo, enquanto o Vitória buscava contra-atacar em velocidade. E foi isso que aconteceu. O Verdão conseguiu controlar a primeira etapa, e, apesar de ter sofrido o primeiro gol, foi capaz de reverter o resultado.

Logo nos primeiros segundos de jogo, Guerra recebeu passe de Dudu e, dentro da área, chutou para fora, perdendo uma grande chance. O time de casa continuou pressionando, mas sem muita objetividade, com excessivas jogadas aéreas.

Aos nove minutos, o Vitória teve sua primeira chance e converteu. Em passe errado do Felipe Melo, Uillian Correia recebeu de Neilton e chutou da entrada da área. A bola ainda bateu na trave, mas morreu no fundo do gol de Fernando Prass. Aos 22, Patric recebeu cruzamento e tocou na saída do arqueiro palestrino, mas o bandeirinha já marcava impedimento, anulando o tento.

O Palmeiras continuou pressionando, até que, em lance duvidoso, Mina derrubado por Wallace e o juiz marcou pênalti para o Verdão. Róger Guedes bateu no canto oposto do goleiro e marcou, aos 37 minutos. 

O jogo se encaminhava para o intervalo com um empate, até que, aos 45 minutos, Guerra invadiu a área do Vitória e tocou para Dudu, que chutou para o gol. A bola passou de Fernando Miguel e o Verdão conseguiu a virada.

Vitória busca mais o jogo, mas não consegue reverter

O segundo tempo foi mais equilibrado. O Vitória conseguiu chegar com perigo ao gol palestrino, pressionando mais que na primeira etapa, mas não adiantou. O Palmeiras conseguiu segurar a vantagem se sair com a vitória.

Logo aos 7 minutos, Willian foi derrubado por Alan Costa, mas o juiz não marcou o que poderia ser o segundo pênalti para o Palmeiras no jogo. Aos 13, Egídio tentou roubar a bola de Patric, mas tocou o lateral e, apesar das reclamações, o árbitro mandou segir.

O Vitória teve, então, duas chances claras seguidas. Aos 15, Mina perdeu a bola na defesa, e André Lima cruzou para Neilton. Livre, o atacante perdeu o gol que empataria a partida naquele momento. Aos 20, Wallace cabeceou a bola na trave de Fernando Prass, mas não marcou.

Aos 23 minutos, o Palmeiras teve uma falta na entrada da área, que Egídio cobrou e exigiu boa defesa do goleiro adversário. Até que, aos 25, Dudu fez linda jogada contra dois marcadores e cruzou rasteiro, Willian chutou na trave e a bola voltou para Mayke, que bateu de primeira e marcou o terceiro gol do Verdão.

Aos 31, mais um gol do anfitrião. Michel Bastos cruzou para Dudu, que só precisou tocar de leve para deixar seu segundo tento, e o quarto dos palestrinos. Apesar disso, o Vitória ainda tentava chegar ao ataque, e para isso continuou a pressionar na defesa. 

Aos 39, David deu chapéu em Egídio, tabelou com André Lima e bateu para o gol, marcando o segundo dos baianos e último gol do jogo. Borja ainda teve uma chance e quase marcou o quinto do Palmeiras aos 41. E acabou assim: 4 a 2 para o time da casa.