Com segundo tempo frenético, Paraná bate CRB em duelo de oito gols

Após abrir quatro tentos de vantagem, time paranaense passou sufoco no fim mas garantiu importante triunfo

Com segundo tempo frenético, Paraná bate CRB em duelo de oito gols
Foto: Joka Madruga/Paraná Clube
Paraná
5 3
CRB
Paraná: Marcos; Leandro Silva (Válber, min. 46), Alisson, Pitty e Rafael Carioca; Wellington Jaú, Nadson, Diego Tavares e Murilo Rangel; Karanga (Fernandes, min. 65) e Lúcio Flávio. Técnico: Roberto Fernandes
CRB: Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Olívio, Matheus Galdezani, Luidy (Zé Carlos, min. 63) e Gerson Magrão; Welinton Júnior e Neto Baiano (Roger Gaúcho, min. 63). Técnico: Mazola Júnior
Placar: 1-0, min. 28, Alisson. 2-0, min. 43, Wellington. 3-0, min. 45, Diego Tavares. 4-0, min. 76, Fernandes. 4-1, min. 81, Zé Carlos. 4-2, min. 83, Zé Carlos. 4-3, min. 87, Adalberto. 5-3, min. 94, Nadson
ÁRBITRO: Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza (SP) Cartões Amarelos: Paraná: Fernando Karanga (min. 20), Leandro Silva (min. 26), Diego Tavares (min. 47), Lúcio Flávio (min. 58), Pitty (min. 86) CRB: Flávio Boaventura (min. 21) Cartão Vermelho: Flávio Boaventura (min. 74)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, na Vila Capanema, em Curitiba, PR. Público total: 2.027 torcedores; Renda: R$ 18.110,00

Insano. Essa talvez seja a palavra que melhor defina o enfrentamento entre Paraná e CRB pela 30ª rodada do Campeoanto Brasileiro Série B 2016 na Vila Capanema. A partida que parecia decidida até os 30 minutos do segundo tempo com o time da casa vencendo por 3 a 0 aquela altura, teve incríveis cinco gols nos últimos 20 minutos de partida e a confirmação da vitória paranista por 5 a 3.

O fundamental triunfo do tricolor paranaense levou a equipe para os 36 pontos e assim se afastou um pouco das últimas colocações, estabelecendo nove pontos de distância do Z-4, mas se mantendo em 15º lugar. Enquanto isso o CRB vê cada vez mais longe o sonho do acesso a elite do futebol brasileiro com 43 pontos, na 10ª colocação, estando a cinco do G-4.

Na próxima rodada o Paraná vai até SC, enfrentar o Joinville em um duelo das últimas colocações no sábado (15) às 16h. Já o CRB vai a São Januário no mesmo dia, mas às 16h30, para enfrentar o vice-líder Vasco.

Paraná vai para o intervalo com grande vantagem

No primeiro lance da partida com menos de um minuto os visitantes assustaram em boa jogada de Pitty, o goleiro Marcos interveio para evitar o tento mandando pra escanteio. Com 11 minutos, o Paraná veio com a resposta com Nadson, que cobrou falta de longe porém o goleiro Juliano apenas acompanhou a cobrança que foi pra fora.

O cotejo passou por um certo marasmo nos minutos seguintes com as equipes tendo dificuldades de criação, até que aos 28 minutos o Paraná abriu o placar com Alisson que aproveitou bola parada para subir mais alto que a marcação e fazer 1 a 0. Com 31 minutos, os paranaenses quase marcaram o segundo com o fogo-amigo de Pitty que cabeceou pra trás e fez com que Diego tirasse a bola em cima da linha antes do CRB afastar totalmente.

O tricolor paranaense seguiu melhor e dominando terriorialmente a partida e continuando superiores, a equipe conseguiu dobrar a vantagem aos 43 minutos com Wellington Reis que completou de primeira a falta cobrada por Nadson e ampliar a vantagem. Ainda no finzinho, com 45 minutos, Karanga recebeu no meio e deixou Diego Tavares de frente pro gol para bater na saída do goleiro e fazer 3 a 0 antes do intervalo.

CRB reage com um a menos, mas Paraná garante vitória

O jogo seguiu a feição do time da casa e logo com oito segundos, Lúcio Flávio arriscou de fora e Juliano defendeu sem problemas. O CRB teve uma chance aos oito minutos com Marcos Martins cobrando falta e forçando o xará Marcos do Paraná a espalmar pro lado. 

A partida em si pareceu estar decidida a partir de um ínicio e até meio do segundo tempo, em que as oportunidades foram bem escassas pros dois lados e o placar pareceu estar finalizado, especialmente com o CRB com 10 homens em campo após a expulsão de Flávio Boaventura. Porém aconteceram aquelas coisas que só o futebol pode proporcionar com minutos bem insanos. Começando aos 31 com Nadson rolando pra Fernandes, que mandou de longe com desvio para fazer 4 a 0.

Depois o que se viu foi uma grande arrancada dos alagoanos. Primeiro aos 36 minutos, com Zé Carlos que após cobrança de escanteio bateu de primeira para descontar o placar. Em nova bola parada dois minutos depois, novamente Zé Carlos ficou com a sobra e venceu Marcos para diminuir para 4 a 2.

Com 42, veio o terceiro tento do time do CRB com Adalberto que se antecipou ao arqueiro paranista e criou uma tensão e um nervosismo na Vila Capanema. Com o marcador ficando em 4 a 3, entretanto o Paraná ainda teve forças para no último lance do jogo Nadson cobrar pênalti com categoria para fazer 5 a 3 e garantir a importante vitória pros mandantes