Fim da novela: São Paulo paga R$ 10 milhões ao Sport e fecha com Diego Souza

Após longas negociações, atleta de 32 anos é apresentado oficialmente no Tricolor Paulista, que adquiriu 100% dos seus direitos econômicos

Fim da novela: São Paulo paga R$ 10 milhões ao Sport e fecha com Diego Souza
Foto: Williams Aguiar/Sport

Uma das novelas que mais se arrastaram nessa janela da temporada de 2018 finalmente teve um fim: nesse domingo (7), o São Paulo  anunciou a contratação do meio-campo, que também pode jogar como atacante, Diego Souza, que estava no Sport. Após ser um dos destaques da equipe pernambucana e ser convocado por Tite para alguns jogos da Seleção Brasileira, o atleta de de 32 anos assinou com o tricolor paulista por 10 milhões de reais.

A negociação foi conduzida pessoalmente por Raí, novo diretor executivo de futebol do São Paulo, que confia que Diego Souza possui qualidades para comandar o ataque da equipe paulista em 2018, já que Lucas Pratto, atual atacante titular no time do treinador Dorival Júnior, negocia com o River Plate e provavelmente retornará ao seu país natal.  

+ Diego Souza deixa futuro no Sport em aberto: "Esse ano foi bem difícil"

Em sua conta no Twitter, o São Paulo postou um vídeo de Diego Souza dando uma declaração sobre a transferência. “Alô, torcida do São Paulo, queria dizer que estou chegando, muito feliz e que 2018 possa ser maravilhoso para todos nós. Gostaria de agradecer ao presidente Leco, ao Raí, pelos esforços que fizeram, junto com do Alexandre Passos, e dizer para vocês aguardarem que estou chegando.”, disse.

O São Paulo adquiriu a totalidade dos direitos econômicos do atleta para com o Sport, em uma negociação que não envolve nenhum outro atleta das duas equipes. Pelo Leão, o atleta marcou 57 gols em 173 partidas, sendo o clube que o jogador mais vezes defendeu em sua carreira, e conquistou o Campeonato Pernambucano de 2017.

Esse será o 12º clube da carreira de Diego Souza. Anteriormente, o atleta defendeu Fluminense, Benfica, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético Mineiro, Vasco, Al-Ittihad, Cruzeiro, Metalist e Sport. Pela Seleção Brasileira, marcou dois gols em sete partidas