Vitória 2016: retornando à Série A, Kieza e Marinho lideram o esquadrão baiano no Brasileirão

Equipe aposta em ex-artilheiro rival e veterano multicampeão para surpreender na competição

Vitória 2016: retornando à Série A, Kieza e Marinho lideram o esquadrão baiano no Brasileirão
Guia VAVEL Brasileirão: Vitória

E no próximo sábado (14), inicia-se mais uma edição do Campeonato Brasileiro. Após alguns estaduais que tiveram campeões esperados e outros com algumas surpresas, o torneio nacional, como sempre, promete jogos mais disputados e brigas em todas as partes da tabela, desde a disputa por título e uma vaga na Libertadores até a luta para permanecer na primeira divisão.

O Vitória, por exemplo, que se sagrou campeão baiano no último domingo (8) mesmo com a derrota por 1 a 0 para o Bahia, pois já havia vencido a primeira partida, voltou à Série A nessa temporada e pretende permanecer por um bom tempo. A equipe baiana terminou a segunda divisão, no ano passado, com a terceira melhor campanha, tendo conquistado 66 pontos. Na frente dos rubro-negros, ficaram apenas o campeão Botafgo e o Santa Cruz, com 72 e 67 pontos, respectivamente. O outro clube que conquistou o acesso foi o América-MG.

O acesso do Leão foi confirmado somente na penúltima rodada. Precisando apenas de um empate, a equipe recebeu o Luverdense, na Fonte Nova, e fez um primeiro tempo ruim, deixando o torcedor preocupado. Porém, na segunda etapa, o Rubro-negro marcou três vezes, com Escudero, Kanu e Elton, e garantiu sua volta para a elite do futebol nacional.

Para não fazer feio no seu retorno para a primeira divisão, a diretoria do Vitória se mexeu e trouxe alguns bons reforços. Dentre todos, destacam-se o zagueiro Victor Ramos, ex-Palmeiras, o experiente atacante Dagoberto, de 33 anos, e o artilheiro Kieza, que, após uma curta passagem pelo São Paulo, chega para ser o homem-gol da equipe na competição.

Victor Ramos chegou para ser o xerife da defesa rubro-negra. Após duas passagens pelo clube baiano, no qual foi revelado, o zagueiro teve seu nome envolvido em uma polêmica por conta de seu contrato. No regulamento do Campeonato Baiano, consta que “transferências internacionais, independentemente do protocolo dos documentos de registro e inscrição, o atleta só terá condição legal de jogo após a devida concessão da transferência pela CBF e se o seu nome estiver incluído no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF até às 19h do dia 16 de março de 2016, prazo final das inscrições”. 

No entanto, Victor teve seu nome publicado no BID apenas no dia 18, gerando desconforto principalmente de seu rival Bahia. Porém, o presidente do clube garantiu que a transferêcnia era de caráter nacional, visto que o jogador não retornou ao Monterrey-MEX e ainda estava no Palmeiras.

Dagoberto, além de ser um jogador com grande habilidade, tendo o drible e o chute de média distância como suas principais características, tem um currículo de dar inveja a muitos jogadores renomados. Revelado no Atlético-PR, o atacante conquistou um Campeonato Brasileiro pelo clube paranaense (2001), dois pelo São Paulo (2007 e 2008), sendo um dos destaques do time, e mais dois pelo Cruzeiro (2013 e 2014). 

Embora a qualidade e o currículo do atleta sejam notáveis, seu desempenho ainda é uma incógnita. Isso porque Dagoberto , pelo Vasco, disputou apenas 18 jogos em 2015, marcando apenas um gol e tendo disputado sua última partida no dia 19 de julho. Pelo Vitória, o atacante fez sua estreia no dia 21 de abril, quando sua equipe venceu o Juazeirense por 3 a 0.

Entretanto, a maior esperança está depositada em Kieza. O centroavante chegou ao clube após uma passagem curta e ruim pelo São Paulo, porém todos têm em mente o sucesso que ele fez no Bahia, maior rival do Leão. No ano passado, o ex-artilheiro tricolor foi o segundo maior artilheiro do Brasil na temporada, ficando atrás apenas de Ricardo Oliveira, que constantemente é lembrado na Seleção Brasileira.

Após um ano disputando a Série B e com reforços que podem ser considerados de peso, a expectativa da torcida é a melhor possível. O próprio presidente do clube, Raimundo Viana, emociona-se ao falar: "Quem pensou que a gente era pequeno, errou. Estamos mostrando nossa força, fazendo nossa parte. Agora é a hora de o torcedor fazer a parte dele, se associando, indo ao estádio. Vamos disputar com alma o campeonato estadual, a Copa do Brasil, e vamos comer grama no Campeonato Brasileiro".