Jon Jones testa positivo para esteroide e é pego novamente no doping

Após exames feitos no dia de sua vitória na luta principal do UFC 214 sobre Daniel Cormier, o campeão meio-pesado do UFC Jon Jones foi testado positivamente para esteroides. A USADA, órgão que rege os exames para as comissões atléticas já notificou o UFC sobre o incidente.

A informação foi dada pelo TMZ Sports, que afirmou que o Jones foi testado com a substância turinabol, elemento utilizado geralmente para ganhos de massa muscular.  No entanto, em entrevista à ESPN americana, Dana White afirmou que o campeão ainda não foi retirado do seu posto. Apesar disso, segundo o portal americano também, há chances do campeão ser destituído do seu posto de forma definitiva

O Ultimate emitiu um comunicado sobre o caso, avisando que futuras informações poderão definir os rumos de Jones e sobre uma posível punição. "O UFC foi notificado nesta terça-feira que a USADA (Agência Americana Antidoping) informou Jon Jones sobre uma possível violação da política antidopagem derivada de uma amostra coletada após a sua pesagem em 28 de julho de 2017. Informações adicionais serão fornecidas no momento apropriado à medida em que o processo avançar".

Em 2016, em vias de disputar a revanche contra Daniel Cormier no UFC 200, Jones foi pego pela primeira vez no exame antidoping por uso de clomifeno, substância que funciona como bloqueador de estrogênio. À época, Jon Jones foi suspenso por um ano e não teve sua chance de título por todo o período.

VAVEL Logo