Campeão da Fórmula 1 de 1992, Nigel Mansell rasga elogios a Lewis Hamilton: "Já é uma lenda"

Com um estilo arrojado, ousado, e muitas vezes desastrado, e um nível altíssimo de pilotagem, Nigel Mansell será sempre lembrado pelos fãs da Fórmula 1 como um dos grandes da história da categoria. O piloto inglês, campeão do mundo em 1992, marcou seu nome como uma das lendas do esporte em questão. E, segundo o próprio Mansell, um dos grandes nomes do atual certame já pode ser colocado no hall das lendas.

Em entrevista ao site F1i nesta segunda-feira (11), o Leão rasgou elogios a Lewis Hamilton. Segundo Nigel, seu compatriota, que conquistou o tricampeonato mundial em 2015, tornando-se o primeiro britânico a vencer títulos em anos seguidos (2014 e 2015), é um dos grandes da F1, e que toda essa discussão sobre o fato do piloto do #44 ser ou não uma lenda do esporte não tem sentido algum. Perguntado sobre como Hamilton se sairia em eras mais antigas, correndo contra pilotos como o próprio Mansell, Ayrton Senna ou Alain Prost, o eterno piloto do Red Five preferiu evitar uma comparação.

Eu não faria um prognóstico do tipo, porque a F1 era muito diferente de hoje, as pistas também são diferentes. Eu diria que Hamilton vai ser, e já é, um grande, grande campeão do mundo. Para mim, ele já é uma lenda. Toda essa discussão sobre o fato de ele ser ou não uma lenda é absolutamente sem sentido”, disse Mansell.

Além disso, Mansell comentou sobre o comportamento de Hamilton. O tricampeão do mundo, com um estilo pop, presença constante em eventos e festas de grife, desagrada muitos fãs com essa maneira de levar a vida. Mas, para Nigel, ele aproveita a vida como quiser, e essas são as particularidades que todos têm. Por fim, ele disse que Lewis tem uma grande oportunidade de continuar fazendo história com um grande carro como o da Mercedes, e deve agarrá-la o mais forte possível.

Ele é um cara de classe! Você pode gostar ou não de alguém. Eu gosto do Lewis. Acho que ele abraça a vida, se diverte, é uma grande pessoa para uma conversa. Ele tem particularidades, assim como todos nós! Mas algumas pessoas cometem o equívoco de não querer que as pessoas tenham – assim como eles não tiveram – uma oportunidade de seguir e fazer grandes coisas também. Eu não ligo. Sou grato pelo que consegui, e quero que Lewis tenha um grande caminho nos próximos anos, porque a oportunidade está lá”, complementou.

Em 2008, ao conquistar o primeiro título mundial, Lewis Hamilton tornou-se o primeiro inglês campeão desde o próprio Nigel Mansell, em 1992. Além de sagrar-se tricampeão em 2014 e 2015, Hamilton também se tornou o terceiro maior vencedor da história da Fórmula 1, com 43 triunfos, atrás apenas dos 51 de Alain Prost e dos 91 de Michael Schumacher.

VAVEL Logo