Aston Martin oficializa Drugovich como piloto reserva em 2023
Felipe Drugovich é o novo piloto reserva da Aston Martin para 2023. (Foto: Aston Martin)

No último sábado (10), Felipe Drugovich se tornou o primeiro piloto brasileiro a ser campeão da Fórmula 2. Após o feito no final de semana, ele foi anunciado nesta segunda (12) como piloto reserva e de desenvolvimento da Aston Martin para a temporada de 2023 da Fórmula 1.

A equipe britânica, que possui Lance Stroll e Fernando Alonso como titulares para 2023, iniciará seu programa de desenvolvimento de pilotos com o brasileiro. No dia 18 de novembro, Drugovich terá a oportunidade de pilotar um carro de Fórmula 1 no primeiro treino livre do GP de Abu Dhabi.

Felipe comemorou esse novo passo rumo ao sonho de pilotar na Fórmula 1.

"Vencer na Fórmula 2 é considerado o melhor ponto de partida possível para uma carreira na Fórmula 1, e vejo meu papel na Aston Martin me dando todas as ferramentas para dar o próximo passo crucial."

Drugovich completou dizendo o que espera para o próximo ano como piloto reserva da Aston Martin.

"Para mim, 2023 será uma curva de aprendizado: estarei trabalhando com a equipe, mas meu objetivo principal é me desenvolver como piloto."

O piloto brasileiro de 22 anos também terá a oportunidade de representar a Aston Martin no teste de jovens pilotos após o fim da temporada.

Em busca de mais um título

Antes de se dedicar totalmente a nova equipe, Drugovich terá o último fim de semana na Fórmula 2 nos dias 19 e 20 de novembro em Abu Dhabi. A MP Motosport, equipe atual do brasileiro, quer ser campeão dos construtores e está empatada com ART Grand Prix.

Com cinco vitórias e nove poles na Fórmula 2, o paranaense não será o único brasileiro na principal categoria do automobilismo mundial em 2023. Pietro Fittipaldi, de 26 anos, é piloto reserva da Haas, ele que é neto de Emerson Fittipaldi e irmão de Enzo Fittipaldi, piloto da F2.

VAVEL Logo