Com dores na virilha, Del Potro desiste e Goffin avança em Roma

Argentino realizará exames para definirem a sua participação no Roland Garros; Belga conquistou sua 59ª vitória em Masters 1000

Com dores na virilha, Del Potro desiste e Goffin avança em Roma
Goffin durante jogo diante o Del Potro no Master 1000 de Roma (Foto: Giampiero Sposito/Action Plus/GettyImages).
#9 David Goffin
1 0
#6 JM Del Potro

O belga David Goffin conquistou nesta quinta (17), sua quinquagésima vitória em Masters 1000 e a décima sexta na temporada, avançando às quartas de final em Roma. Após o argentino Juan Martin Del Potro desistir ao sofrer uma lesão na virilha enquanto estava com vantagem de 5/4 no segundo, depois de perder o primeiro por 6/2.

O próximo duelo do número nove do ranking da ATP, é nesta sexta (18), diante a sensação alemã Alexander Zverev, ás 16h (horário de Brasília), na quadra central.

Goffin segue para às quartas de final (Foto: Getty Images Sport Dean Mouhtaropoulos)
Foto: Getty Images Sport/Dean Mouhtaropoulos

Goffin chega pela terceira vez em quatro ano às quartas em Roma, além de derrotar Del Potro pela segunda vez na carreira. A primeira foi em Basel, em 2016. Desde o começo estava claro que o sul-americano não estava no seu melhor, mas no segundo set, mesmo com dores conseguiu quebrar três games do número nove do mundo. No entanto, não conseguira permanecer na partida.

Del Potro que recentemente ganhou seu primeiro Masters 1000, em Indian Wells, em cima de Roger Federer, em março deste ano, é dúvida para a próxima edição do Roland Garros, que começa 27 de maio. De acordo com o site da ATP, ele irá passar por exames que definirão a sua temporada.

Foto: Getty Images Sport Dean Mouhtaropoulos
Delpo não resistiu às dores e abandonou a partida (Foto: Getty Images Sport/Dean Mouhtaropoulos)

Após a partida, o tenista concedeu uma entrevista à Tennis TV  falando sobre o ocorrido: “Fiquei preocupado com isso e então decidi parar o jogo no final do segundo set para ver o que o médico falava. Eu realizarei todos os exames agora e farei a melhor decisão para o meu futuro. ” Declarou.

Desde que ganhou o US Open em 2009,  o atleta tem enfrentado severas lesões, mesmo assim continua entre os top 10 do ranking.