Após mobilizar tênis na luta contra racismo, Osaka bate Mertens e vai à decisão em Cincinnati
Foto: Divulgação/WTA

Depois de mobilizar o mundo do tênis em torno da discussão sobre questões raciais, que inclusive paralisou a disputa em Nova Iorque por um dia, a #10 Naomi Osaka voltou às quadras nesta sexta-feira (28) e bateu a #22 Elise Mertens para se garantir na decisão do WTA Premier 5 de Cincinnati. A ex-número um do mundo precisou de 2h03 para fazer dois sets a zero, parciais de 6/2 e 7/6(5).

Na primeira parcial, Osaka teve o domínio grande da partida. A partir de ambas as tenistas terem mais erros não-forçados do que winners, a japonesa teve um primeiro set confortável, vencendo Mertens no peso da bola e chegou a abrir 5/1, salvando os três break points que enfrentou no terceiro game. A belga conseguiu devolver uma das quebras no sétimo game, mas perdeu seu saque novamente na sequência e viu a japonesa fazer 6/2, em 39 minutos.

O segundo set, porém, foi uma verdadeira batalha e durou 1h24. Osaka, que teve um dia muito mais difícil no serviço comparado aos outros jogos, chegou a abrir 2/0, Mertens virou para 4/2 e depois a japonesa tomou a frente de novo, fazendo 5/4, vencendo o nono game após salvar oito break points - foram 26 pontos no total.

A belga chegou a salvar um match point ainda no 12º game, conseguindo confirmar seu serviço e forçando um tie-break, onde o equilíbrio reinou mais uma vez. Os oito primeiros saques foram confirmados, até que Mertens conseguiu a primeira mini-quebra para fazer 5-4. Osaka, porém, venceu os últimos três pontos e garantiu a dura vitória.

Mertens chegou a ter mais winners que erros não-forçados - 30 a 27 -, enquanto Osaka teve justamente o contrário, mas foi mais clutch nos momentos decisivos. A japonesa salvou 18/21 break points que enfrentou, enquanto a belga foi quebrada em 5/9.

Bicampeã de Slams, Osaka alcança sua oitava final da carreira e busca o sexto título. A decisão do Western & Southern Open será contra outra ex-número um do mundo: a #59 Victoria Azarenka, que venceu de virada a #15 Johanna Konta, parciais de 4/6, 6/4 e 6/1. A final acontece neste sábado (29).

VAVEL Logo