Daniell/Venus vencem Krajicek/Sandgren e garantem bronze para Nova Zelândia nas duplas
Daniell/Venus venceram Krajicek/Sandgren em Tokyo 2020 (COI / Divulgação)

A Nova Zelândia conquistou a medalha de bronze na chave de duplas simples masculina em Tokyo 2020. Nesta sexta-feira (30), Marcus Daniell e Michael Venus venceram Austin Krajicek e Tennys Sandgren na disputa de terceiro lugar do torneio. A vitória veio por 2 a 0.

Esta foi a primeira medalha da Nova Zelândia no tênis desde o bronze de Anthony Wilding em Estocolmo 1912.

O primeiro período foi para o tie-break, e o 7/6 a favor de Daniell/Venus veio após 7-3 no desempate. No seguinte, a vitória sobre a dupla dos Estados Unidos veio por 6/2. Esta derrota de Krajicek/Sandgren garantiu que, pela primeira vez desde o retorno do tênis às Olimpíadas em 1988, nenhum estadunidense leva uma medalha para casa.

Vitória bronzeada

Sem quebra de saques, o primeiro set teve alguns games longos. Logo no primeiro, Marcus Daniell e Michael Venus impuseram dificuldades, mas os americanos se safaram. No sétimo, novas dificuldades para os norte-americanos, que sacaram mais oito vezes - e tiveram que recusar um break point.

No 11º, foram dez pontos e dois break points para que eles refutassem - mas, no 12º, foram os neozelandeses quem terminaram o momento após oito pontos. No tie-break, Daniell/Venus abriram 3-0 - e, depois, 6-1. Com tal vantagem, coube a eles administrarem para vencer por 7-3 e fechar a primeira parcial em 7/6.

Logo no segundo game do segundo set, Austin Krajicek e Tennys Sandgren foram quebrados. No terceiro, os neozelandeses sacaram dez vezes e recusaram um break point; no quarto, foram 16 pontos para que os norte-americanos confirmassem o serviço - depois de dois break points recusados. No quinto e no sexto games, foram dez pontos e dois break points em cada, mas os serviços foram confirmados. Enfim, no oitavo momento, Daniell/Venus recusaram os adversários e venceram (o set e a partida) por 6/2.

Esta foi a oitava medalha conquista pela Nova Zelândia nas Olimpíadas 2020, a segunda de bronze. A delegação da Oceania ainda tem três ouros e três pratas.

VAVEL Logo