Gauff vence jogo de três horas contra Sabalenka em Toronto; Halep e Pegula também avançam
Foto: Tyler Anderson/Tennis Canada

No jogo mais longo de sua jovem carreira, a #11 Cori Gauff superou a #6 Aryna Sabalenka nas oitavas de final do WTA 1000 de Toronto, no Canadá. A estadunidense bateu a belarussa com parciais de 7/5, 4/6 e 7/6(4), em 3h13, nesta quinta-feira (11). Este foi o quarto confronto entre elas, e a terceira vitória de Gauff.

A partida foi extremamente equilibrada, com 131 pontos vencidos por cada tenista e quatro quebras para cada lado. A partida também teve muitas duplas faltas: 18 para Sabalenka, que lidera esta estatística entre todas as tenistas em 2022, e 15 para Gauff.

A estadunidense, que vinha de outra longa partida de quase três horas contra Rybakina, poderia ter finalizado contra Sabalenka bem antes, já que chegou a ter duas quebras de vantagem no segundo set, mas a belarussa embalou quatro games seguidos para forçar a parcial decisiva. 

No set final, Sabalenka chegou a ter 3/0 de vantagem, mas aí foi a vez de Gauff reagir. A parcial final foi a com break points (dois para cada lado e um convertido por cada tenista) e acabou decidida no tiebreak, onde a atual vice-campeã de Roland Garros venceu no detalhe, com dois pontos perdidos no seu saque e três vencidos na devolução, assegurando o triunfo no Canadá.

Halep segue em busca do tri

Nas quartas de final do National Bank Open, Gauff vai encarar a #15 Simona Halep, que já venceu o título no Canadá duas vezes. A romena vem de vitória em dois sets sobre a #21 Jil Teichmann, com parciais de 6/2 e 7/5, em 1h31.

Este foi o terceiro jogo de Halep na campanha e a terceira vitória por 2 sets a 0. A romena tem um ótimo retrospecto em torneios deste nível - vai disputar pela 39ª vez as quartas de final da série WTA 1000 na carreira.

"É um torneio especial porque sempre jogo um bom tênis. Hoje foi um super difícil para nós duas. O vento não estava deixando sentir a bola. Foi difícil, mas estou realmente feliz que pude me manter forte mentalmente no fim", disse a romena, que venceu os três confrontos anteriores contra Gauff, todos por 2 a 0, dois neste ano.

Atual campeã fica pelo caminho

Após duas boas vitórias sobre Raducanu e Mertens, a #29 Camila Giorgi, que defendia o título no Canadá, acabou eliminada para a #7 Jessica Pegula nas oitavas de final. A estadunidense venceu de virada, com parciais de 3/6, 6/0 e 7/5, em 1h58. A italiana chegou a ter um match point no décimo game do último set, mas acabou perdendo 11 dos últimos 12 pontos da partida.

As duas haviam se enfrentado nas semifinais no ano passado, quando o torneio aconteceu em Montreal, e terminou com o título de Giorgi. No geral, porém, o retrospecto do confronto é bem favorável para Pegula, que agora tem seis vitórias em oito encontros.

Com a queda precoce no torneio, Giorgi vai perder mais de 30 posições no ranking na próxima atualização, caindo para fora do top 60. Já Pegula segue às quartas de final e aguarda a vencedora do confronto entre a #35 Alison Riske e a #46 Yulia Putintseva.

VAVEL Logo