Luis Enrique roda elenco, Messi bate novo recorde e Barça vence Bilbao no Camp Nou
Foto: Divulgação/ La Liga

Tudo deu certo para o Barcelona na tarde deste sábado (4). Jogando no Camp Nou, pela 21ª rodada do Campeonato Espanhol, contra o sempre perigoso Athletic Bilbao, os catalães venceram de maneira tranquila, por 3 a 0, mesmo com Luis Suárez e Jordi Alba no banco dufante a partida inteira. Além deles, Busquets e Iniesta, em fase final de recuperação de lesões, também não atuaram.

A equipe de Luis Enrique chegou aos 45 pontos, abriu três de vantagem em relação ao Sevilla e só fica a um do Real Madrid, apesar de os merengues terem dois jogos a menos. Todos os gols foram simbólicos. Ao abrir o marcador, Paco Alcácer tirou o peso de nunca ter ido às redes com a camisa azul-grená pela liga. Marcando outra vez, Lionel Messi chega ao oitavo tento em 2017, ao 31º (em 30 partidas) na temporada e passa Ronald Koeman como atleta que mais converteu faltas na história do clube (27). Por fim, Aleix Vidal voltou a ter belo desempenho, e passa de escanteado a boa opção.

Por outro lado, os bascos estacionaram na oitava colocação, com 32 pontos ganhos. Na próxima rodada (22ª), o time de Ernesto Valverde recebe o Deportivo La Coruña às 14h (de Brasília) de domingo (12), no San Mamés. Enquanto isso, o Barça visita o Alavés, no estádio de Mendizorroza, no sábado (11), a partir das 13h15. Antes, porém, os culés lutam por um lugar na final da Copa do Rei. Após vencerem o Atlético de Madrid fora de casa por 2 a 1, podem até perder por 1 a 0 no jogo que começa às 18h de terça (7).

Alcácer comemora o importante gol com o assistente Neymar (Foto: AFP)

Athletic vive bom momento, mas Alcácer e Messi dão vantagem ao Barcelona

Luis Enrique, que já havia falado sobre a necessidade de rodar o elenco do Barça, deixou Mascherano, Sergi Roberto, Jordi Alba, Rakitic e Luis Suárez no banco, mesmo sem contar ainda com os lesionados Busquets e Iniesta. Com a bola rolando, muita intensidade no começo: no primeiro minuto, Neymar recebeu de Alcácer e não finalizou porque demorou a dominar. No lance seguinte, Raúl García foi acionado na pequena área após erro de Aleix Vidal, girou sobre André Gomes e carimbou a trave direita de Ter Stegen.

Acostumados a se enfrentarem, os dois times buscavam a todo momento a marcação alta. Quem teve mais sucesso foi o Athletic. Aos 11 minutos, os visitantes quase abriram o placar. O zagueiro Laporte cruzou da esquerda, Iñaki Williams cabeceou sozinho e por muito pouco não acertou o ângulo da meta. A resposta catalã custou caro aos bascos. Aos 17, Neymar avançou e cruzou rasteiro. Bem posicionado, Paco Alcácer desviou de perna esquerda e tirou de Iraizoz: 1 a 0 e primeiro gol do camisa 17 com a camisa blaugrana pela liga.

A partir da metade da etapa inicial, o Bilbao cresceu e viveu o melhor momento na partida. Aos 21 minutos, Piqué vacilou ao ser pressionado por Raúl García e foi obrigado a fazer falta a centímetros da grande área. Na cobrança, Iturraspe mandou alto demais. Em seguida, San José invadiu a área catalã com liberdade mas demorou para chutar e acabou bloqueado na hora H por Mathieu, Com 31 no relógio, Iñaki Williams saiu na cara de Ter Stegen e concluiu em cima do goleiro alemão.

Mas os comandados de Ernesto Valverde não aproveitaram as situações criadas e foram castigados. Por mais que não parecesse uma falta perigosa, sem muito ângulo e próxima a linha de fundo, Lionel Messi mandou direto, surpreendendo Iraizoz. O goleiro não conseguiu defender e o 2 a 0 subiu no marcador do Camp Nou. Ainda deu tempo, antes do intervalo, para Neymar deixar Mikel San José deitado e bater colocado, rasteiro. A bola triscou a trave e não entrou.

Foto: Miguel Ruiz/FCB

Ritmo diminui e Vidal fecha o placar

Na volta dos vestários, Mascherano apareceu como novidade entre os 11 do Barcelona, substituindo Piqué, poupado por um incômodo na coxa. Aos quatro minutos, Rafinha recebeu cruzamento de Arda Turan e testou para fora. Logo depois, o brasileiro se chocou com Ter Stegen, acidentalmente, e sofreu corte no rosto. Devido ao excesso de sangramento, precisou ser substituído por Rakitic. No Athletic, o centroavante e artilheiro Aritz Aduriz entrou na vaga de Lekue.

Com maior folga no placar, o time da casa passou a amenizar os pontos fortes do Bilbao e tranquilizou o resultado. Aos 13 minutos, Messi aproveitou erro da zaga, roubou a bola e chutou no lado externo da rede. Na sequência, após 63 minutos em campo, o camisa 10 foi substituído, seguindo o protocolo de rotação de Luis Enrique e fazendo companhia a Luis Suárez no banco. O escolhido para ingressar no jogo foi Sergi Roberto, colocando Aleix Vidal mais adiantado, pela ponta.

E aos 21 minutos, a partida foi praticamente resolvida. Apresentando crescimento cada vez maior na temporada, Aleix Vidal saiu da direita, apareceu pelo meio, ganhou de Laporte, ''tirou'' a bola de Neymar e bateu cruzado, de perna esquerda. Mansamente, a redonda morreu no fundo da malha de Iraizoz: 3 a 0. Depois de uma finalização sem grande perigo desferida por Iñaki Williams, Neymar tentou deixar a marca por duas vezes, mas parou no goleiro basco. No fim, Muniain parou em defesa de Ter Stegen e Vidal só não fez outro gol porque Irairoz espalmou. O Barça baixou o ritmo e garantiu mais um triunfo contra a equipe do País Basco.

VAVEL Logo