Gattuso ataca Çalhanoglu após derrota: "Se levantasse o traseiro, não tomaríamos o outro gol"
Mesmo com boa atuação, Gattuso demonstra incômodo com erro de Çalhanoglu (Foto: Divulgação/AC Milan)

Mesmo com a derrota por 3 a 1 para a Juventus, neste sábado (31), o técnico do Milan, Gennaro Gattuso, elogiou a atuação da equipe, mas também não poupou críticas ao meio-campista Hakan Çalhanoglu, da maneira mais "gattusiana" possível. Apesar da assistência para o gol do zagueiro Leonardo Bonucci, o treinador acredita que a postura do turco foi um dos fatores principais para que a Juventus marcasse o segundo gol na partida, feito por Juan Cuadrado.

"Eu fiquei irritado com o Çalhanoglu porque, quando ele perde a bola, ele começa a reclamar. Não gosto de ver isso. Ele olhou para o chão e começou a gritar com os companheiros dele. Se ele, simplesmente, levantasse o traseiro do chão e corresse atrás da bola, não tomaríamos outro gol", disparou Gattuso.

"Há três meses, era impensável que estivéssemos na briga por uma vaga na Uefa Champions League. Nós temos jogadores de qualidade mas, fisicamente, não podemos competir com a Juventus. E isso fez a diferença hoje. Fizemos um grande jogo mas não ganhamos, o que significa que temos muita coisa para trabalhar ainda", completou Gattuso.

Gattuso acredita que, mesmo sofrendo três gols, a equipe teve um bom desempenho e que o resultado não reflete o que foi a partida. "A nossa performance lembra o jogo contra o Arsenal, em Londres, pela Europa League. O placar não demonstra o que jogamos hoje, mas precisamos nos colocar de pé novamente", afirmou o técnico após o jogo.

O técnico do Milan aproveitou para explicar a não entrada do atacante Patrick Cutrone no clássico. "Ele foi convocado e não estava no seu melhor fisicamente. Eu estou satisfeito com o André Silva. Ele segura bem a bola. E apesar de ter cometido alguns erros no início do jogo, demonstrou muita segurança. No segundo tempo, acabei preferindo pela entrada do Kalinic, por conta das questões físicas", disse Gattuso.

Ainda na briga por vaga na Uefa Champions League, o Milan tem pela frente um clássico contra a Internazionale, nesta quarta-feira (4). O jogo, que seria no início de março, foi adiado por conta da morte de Davide Astori, ex-zagueiro e capitão da Fiorentina. Em sexto lugar na tabela de classificação, com 50 pontos, a equipe rossonera precisa vencer para seguir sonhando em voltar para a maior competição do continente europeu.

VAVEL Logo