Após surpreenderem na estreia, Japão e Senegal buscam se aproximar de vaga ao mata-mata

Após surpreenderem na estreia, Japão e Senegal buscam se aproximar de vaga ao mata-mata

Equipes desbancaram favoritas na primeira rodada e, uma vitória de qualquer lado, praticamente garante classificação antecipada às oitavas de final

EduardoRSF
Eduardo Ramos
JapãoKAWASHIMA; NAGATOMO, SHOJI, YOSHIDA, H. SAKAI;HASEBE, YAMAGUCHI, HARAGUCHI,KAGAWA, HONDA; OSAKO.
SenegalKHADIM N'DIAYE; GASSAMA, KOULIBALY, SANÉ, SANALY; N'DIAYE, KOUYATÉ, GUEYE, MANÉ; DIOUF E NIANG. TÉCNICO: ALIOU CISSÉ. TÉCNICO: AKIRA NISHINO.
ÁRBITROGIANLUCA RICCHI (ITA), AUXILIADO POR ELENITO DI LIBERATORE (ITA) E MAURO TONOLINI (ITA).
INCIDENCIASPARTIDA VÁLIDA PELA 2ª RODADA DA FASE DE GRUPOS DA COPA DO MUNDO 2018, QUE SERÁ REALIZADA NO ESTÁDIO DE ECATERIMBURGO, NA RÚSSIA, ÀS 12H.

As seleções invictas no Grupo H, Japão e Senegal, se enfrentam neste domingo (24), às 12h do horário de Brasília, no Estádio de Ecaterimburgo, em Ecaterimburgo. O confronto será a primeira vez que as equipes se enfrentam em uma Copa do Mundo.

As seleções japonesa e senegalesa já se enfrentaram três vezes. Senegal leva vantagem no histórico do confronto com duas vitórias. Já o Japão nunca venceu os africanos. Além disso, uma partida terminou empatada.

Japão busca vitória para garantir a classificação

O Japão  surpreendeu e estreou com vitória sobre a Colômbia por 2 a 1, com gols de Kagawa e Osako. Antes de viajar para Ecaterimburgo, os Samurais Azuis treinaram com portões fechados na manhã da última sexta-feira (22), na cidade de Kazan.

Através de informações e vídeos divulgados no site oficial da Associação de Futebol do Japão, é possível analisar como foi o treino da seleção japonesa. Inicialmente, a equipe se concentrou no condicionamento físico. Depois, o técnico Akira Nishino comandou um treino tático, de agilidade e também atividades específicas para os goleiros.

Foto: Divulgação/JFA
Foto: Divulgação/JFA

Em entrevista coletiva, o técnico japonês falou sobre o adversário do confronto deste domingo, destacando os jogadores notáveis de Senegal, mas ressaltando a seleção japonesa.

"Não temos medo nenhum de Senegal. Tenho muita confiança no meu time e na nossa organização, mas a impressão que temos é de que Senegal é diferente do que vemos como um time africano. Não é só velocidade e força física. Eles têm técnica e organização. Senegal tem algumas superestrelas. Acho que será muito difícil lidar com eles. Venho discutindo com meus jogadores sobre uma estratégia. Tenho confiança de que vamos batê-los", afirmou Akira Nishino.

Senegal contará com Mané e Niang para garantir a seleção africana nas oitavas

A seleção senegalesa também surpreendeu e estreou com vitória sobre a Colômbia por 2 a 1, com gols de Niang e Cionek, contra. No jogo da estreia, Senegal demonstrou boa desenvoltura e estratégias para criar jogadas através dos erros dos adversários.

Foto: Divulgação/FIFA
Foto: Divulgação/FIFA

Em coletiva de imprensa, o técnico Aliou Cissé falou sobre o que espera do jogo contra o Japão, analisando e enaltecendo a equipe adversária, que tem os mesmos três pontos que a equipe africana.

"O Japão tem qualidade técnica e coletiva acima da média, eles sabem jogar com a bola, têm boa qualidade nos passes, também acima da média. Defensivamente conseguem pressionar o adversário. Nós os estudamos, conhecemos eles. Sabemos que amanhã teremos um jogo muito importante e difícil", explicou o técnico senegalês. 

Autor do gol da vitória contra Polônia, polêmico Niang tenta conquistar torcida de Senegal

Quando perguntado sobre a questão da disciplina japonesa, o técnico senegalês afirmou que isso não é exclusividade do Japão. Pois, segundo ele, os africanos também são disciplinados.

"Os jogadores africanos são disciplinados e os times africanos são disciplinados. Não se pode pensar que times japoneses e europeus são mais disciplinados do que os africanos. Futebol requer disciplina individual, tática e coletiva. Aqui tenho jogadores que são ótimos profissionais, jogam em grandes clubes, estão na seleção há algum tempo e treinam juntos. A classificação para a Copa nos fez corrigir algumas coisas no campo e nos treinos estão fazendo o que vem sendo pedido", disse Aliou Cissé.

 

VAVEL Logo

    Futebol Internacional Notícias

    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 2 dias
    há 3 dias
    há 3 dias
    há 3 dias
    há 3 dias
    há 3 dias
    há 3 dias