Insigne decide, Napoli bate Fiorentina em casa e encosta na liderança da Serie A

Equipe partenopei chega à terceira vitória no Campeonato Italiano e iguala pontuação da primeira colocada Juventus, que completa participação na rodada neste domingo (16)

Insigne decide, Napoli bate Fiorentina em casa e encosta na liderança da Serie A
Insigne decide, Napoli bate Fiorentina em casa e encosta na liderança da Serie A
Napoli
1 0
Fiorentina
Napoli: Karnezis; Hysaj, Maksimovic, Koulibaly, Mario Rui; Allan, Hamsik, Zielinski; Callejón (Ounas), Mertens (Ounas), Insigne (Rog). Técnico: Carlo Ancelotti
Fiorentina: Dragowski; Milenkovic, Pezzella, Vitor Hugo, Biraghi; Benassi (Pjaca), Veretout (Fernandes), Gerson (Dabo); Chiesa, Simeone, Eysseric. Técnico: Stefano Pioli
Placar: 1-0, min. 79, Insigne.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 4ª rodada da Serie A 18-19, disputada no Estádio San Paolo, em Nápoles.

Em partida de baixo nível técnico, o Napoli bateu a Fiorentina, pelo placar de 1 a 0, e chegou à terceira vitória em quatro jogos na Serie A. Insigne garantiu o triunfo no Estádio San Paolo, neste sábado (15).

Esperava-se um confronto duro para ambos lados. Por um lado, uma Fiorentina com 100% de aproveitamento nos dois jogos disputados, marcando sete gols e sofrendo apenas um. De outro, a equipe de Nápoles em processo de reconstrução, após perdas de peças no elenco e troca de treinador, com Carlo Ancelotti comandando um ousado esquema tático, predominando nomes ofensivos na equipe, um triunfo para bater a Viola. ª

Na primeira etapa, a Fiorentina incomodou e teve a primeira chance de perigo da partida, quando Valentin Eysseric disparou chute de longa distância e forçou Karnezis a fazer bela defesa, logo aos 11 minutos de jogo. O time da casa respondeu em duas oportunidades, ambas em jogadas trabalhadas, como de costume. Primeiro, aos 20 minutos, quando Zielinski cruzou, Insigne chutou de primeira e bola passou rente à trave de Dragowski. Aos 24, Zielinski novamente participou, desta vez lançando Callejón, que também assustou o goleiro da Viola, mas sem balançar as redes.

Na parte final do primeiro tempo, a equipe visitante voltou a aparecer no jogo, quando Chiesa roubou bola de Alan na entrada da área e surpreendeu com chute colocado, mas também não alterou o marcador. Na volta para a etapa final, o Napoli passou a atacar mais e dominou a equipe de Florença.

Em lance semelhante ao de Chiesa, Mertens assustou aos 11 minutos. Com o passar do tempo e a insistência do placar zerado, Insigne passou a chamar a responsabilidade da partida, junto de Zielinski, formando dupla fundamental para a conquista dos três pontos. Primeiro, o camisa 24 contou com ajuda do adversário, aos 15 minutos, em tentativa de cruzamento para Callejon. A bola desviou em Milenkovic e surpreendeu Dragowski, que mandou a bola para escanteio.

Aos 17, Zielinski fez jogada típica de Lionel Messi, carregando com o pé esquerdo em busca de espaços para arrematar, e achou, porém, a bola foi lançada para fora. No minuto seguinte, Insigne também investiu em jogada individual, mas não finalizou como ideal e jogou a bola na parte externa das redes. Aos 25 minutos, novamente o ligeiro atacante apareceu, desta vez, em um ponto nada tradicional: o cabeceio. Após cruzamento de Mario Rui, o baixinho Insigne surpreendeu os zagueiros e cabeceou perto do gol de Dragowski. Até que aos 34 minutos, a insistência deu resultado, quando Insigne recebeu belo passe de Milik e balançou o fundo das redes, abrindo o marcador.

No último minuto da partida, Zielinki ainda teve a oportunidade de coroar sua atuação com o segundo gol do Napoli, porém, desperdiçou chance à frente do goleiro. Agora, a equipe partenopei se encontra na vice-liderança provisória na Serie A, com nove pontos, empatada com a Juventus, que ainda cumprirá partida nesta rodada, diante do Sassuolo. Por outro lado, a Fiorentina, com um jogo a menos, se mantém com seis pontos, e pode ver sua posição na tabela despencar com resultados por vir entre o restante das equipes.

Na próxima rodada, o Napoli enfrenta o Torino, fora de casa. Já a Fiorentina recebe o SPAL.