#NoContexto: como está o Campeonato Grego?
Estádio Karaiskákis, casa do Olympiacos (Foto: Reprodução / Olympiacos)

As 12 principais ligas da Europa estão de quarentena devido à pandemia de Covid-19, em pleno começo de ano, meio de temporada. Com isso, os campeonatos nacionais anseiam por suas rodadas finais. Falando nisso, como estão essas ligas domésticas? A VAVEL Brasil fez um levantamento de como anda o futebol das primeiras divisões de: Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha, França, Portugal, Holanda, Turquia, Bélgica, Grécia, Áustria e Escócia.

Serão três dias de publicações sobre como estão as ligas nacionais europeias em meio à paralisação improvisada. Na segunda-feira (6), veremos os campeonatos de Inglaterra, Escócia, Holanda e Bélgica. No dia seguinte, terça-feira (7), é a vez de Alemanha, Áustria, Grécia e Turquia. E na quarta-feira (8), Espanha, Portugal, França e Itália fecham a série.

Nesta terça-feira, a Grécia dá as caras

Paralisada ao menos até o dia 24 de abril, segundo a decisão acordada em teleconferência dos donos das 14 equipes da Super League, o campeonato grego já teve sua primeira fase concluída, com o Olympiakos consolidado como favorito após terminar na liderança do campeonato, de forma invicta. Dividido em dois play-offs, o campeão e os dois rebaixados serão definidos em pontos corridos.

Em 26 rodadas, os 14 clubes que compõem a primeira divisão nacional jogaram entre si, com partidas de ida e volta. Com 66 pontos, o Olympiakos, que é o maior campeão histórico do país, com 44 títulos, terminou a chave na liderança. Com sete pontos a menos, o Paok foi quem mais se aproximou do líder, enquanto o AEK Athenas, Panathinaikos, OFI Heraklion e Aris Saloniki foram os demais classificados para os play-offs finais.

Sofascore Resultados

O principal marcador da primeira fase foi o marroquino Youssef El Arabi, do Olympiakos, com 17 gols. Seguido pelo ex-atacante do Manchester United, atualmente no Panathinaikos, Federico Macheda, com 12, e Jerónimo Barrales, do Asteras Tripolis, com 10. Já Mathieu Valbuena se destaca como principal líder de assistências na temporada até então, com 10 passes para gols, jogando pelo Olympiakos.

Já a parte de baixo, onde oito clubes são destinados para os play-offs que irá definir os rebaixados, foram compostos por Atromitos, AE Larisa, Xanthi FC, Asteras Tripolis, Lamia, Volos, Panetolikos e Panionios. 

Nova fase

Paralisada desde março, as chaves de título e relegação não foram iniciadas. Ainda invicto na liga, o Olympiakos visitará o Paok, enquanto o AEK recebe o Panathinaikos. Aris e OFI fazem o jogo que complementa a primeira rodada do grupo.

Já o grupo do rebaixamento possui duas equipes a mais que a primeira chave. Ainda sem nenhuma rodada realizada, o regulamento prevê que os dois piores clubes sejam rebaixados, enquanto o 5º e o 6º colocado, respectivamente farão os play-offs de ida e volta, para definir o terceiro clube que irá se unir aos outros dois clubes na segunda divisão. 

Como fica

Sem nenhuma partida até o dia 24 de abril, a Super League Grecce ainda não tem um campeão definido e nenhuma vaga europeia preenchida. 17º país no Ranking da Fifa, a Grécia garante duas equipes na UEFA Champions League, e mais três na Europa League em sua temporada sucessora.

Até o momento, o campeonato deverá ter sua fase final concluída, porém, clubes como o Panathinaikos, Aris, Panetolikos e Panionios, tentaram a suspensão imediata, mas sem apoio dos demais times, não obtiveram sucesso. 

Com aproximadamente 1.500 casos de Coronavírus no país, e 53 mortes, a Grécia ainda atravessa a indefinição do retorno às atividades. O campeonato que está suspenso até o fim do mês, segue com chances de ser finalizado, o que levou ao proprietário do Olympiakos, que inclusive já foi diagnosticado com Covid-19, Vangelis Marinakis, sugerir que sua equipe seja considerada a campeã moral da competição.

O  Paok e o AEK Athenas são os últimos campeões nacionais. Dois anos longe do título, o Olympiakos ostentou a marca de ser heptacampeão consecutivo, durante 2010 e 2017. A liga que foi criada em 2006 substituindo um antigo formato oriundo de 1927, teve apenas mais um campeão neste período. Além dos citados, o Panathianaikos, uma vez, em 2009/10,chegou ao vigésimo título grego.


#NoContexto: como está o Campeonato Inglês?
#NoContexto: como está o Campeonato Escocês?
#NoContexto: como está o Campeonato Belga?
#NoContexto: como está o Campeonato Turco?
#NoContexto: como está o Campeonato Alemão?
#NoContexto: como está o Campeonato Austríaco?

VAVEL Logo