Inglaterra e Estados Unidos empatam sem gols e embolam grupo B da Copa
Foto: Divulgação / USMNT

Na tarde desta quarta-feira (25), Inglaterra e Estados Unidos se enfrentaram no estádio Al Bayt, em Al Khor, no Catar. O confronto foi válido pela segunda rodada do grupo B da Copa do Mundo. O jogo foi marcado pela forte intensidade física, que se fez presente do começo ao fim, mas não foi suficiente para render gol às seleções, que não saíram do 0 a 0.

  • Equilíbrio

Os primeiros minutos de jogo foram de um duelo truncado, com os ingleses obtendo maior posse e os norte-americanos marcando em linha alta para forçar o erro do adversário.

Quem iniciou as ações ofensivas da partida foi o time inglês. Aos 9, quando Bellingham abriu na direita para Saka. O camisa 17 tocou para o meio da área e Kane concluiu, mas o zagueiro Zimmerman tirou quase em cima da linha.

Concluído o primeiro terço da etapa inicial, a Inglaterra ainda conseguia se impor no domínio da bola e buscava jogada pelos lados do campo, principalmente pelos pés de Saka. 

Os Estados Unidos levaram alguma ameça a meta de Pickford somente aos 25 minutos, quando Weah cruzou pelo lado direito e a bola caiu nos pés de McKennie, que de primeira na pequena área mandou por cima do gol inglês.

Os americanos voltaram à aparecer bem aos 32, quando Pulisic recebeu bola no lado esquerdo de ataque  e disparou chute de fora da área no travessão do goleiro Pickford.

A última grande chance da primeira etapa foi dos ingleses, em finalização de Sterling que obrigou Matt Turner à fazer grande defesa. 

  • Pouca inspiração

O início do segundo tempo foi marcado por muita correria e disposição das equipes na busca do campo de ataque. O que se observou fora muita troca de posse de bola entre os times.

Com o passar dos minutos os norte-americanos passar à exercer um controla maior das ações, o que resultou em alguns escanteios em sequência e o "English Team" acuado com a preocupação de se defender.

Sentindo a superioridade do adversário, o técnico Gareth Southgate promoveu mudanças na equipe inglesa, Sterling e Bellingham deram lugar a Grealish e Henderson.

Porém, pouco se alterou na dinâmica da partida, que prosseguiu sem a criação de oportunidades claras de balançar as redes e pouca inspiração dos jogadores. Assim, o confronto entre Inglaterra e Estados Unidos terminou sem movimento no marcador, 0 a 0.

  • Próximos jogos

Com o resultado, a Inglaterra segue na liderança do grupo, com quatro pontos. Na última rodada, os ingleses enfrentam o País de Gales na terça-feira (29), ás 16h.

Já os Estados Unidos, ocupam a terceira colocação, com 2 pontos. No mesmo horário e dia os americanos tem confronto decisivo diante do Irã.

VAVEL Logo