Barcelona vence Getafe de virada com gol de Paulinho e permanece líder invicto

Meio-campista brasileiro entrou na reta final da partida e marcou primeiro gol com a camisa blaugrana

Barcelona vence Getafe de virada com gol de Paulinho e permanece líder invicto
Foto: Anadolu Agency|Getty Images
Getafe
1 2
Barcelona
Getafe: Guaita; Damián Suárez, Djené, Juan Cala e Antunes; Bergara, Arambarri, Shibasaki (Álvaro Jiménez, min. 53) e Fajr; Jorge Molina e Amath Ndiaye (Sergio Mora, min. 71). Técnico: José Bordalás.
Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Jordi Alba; Busquets, Iniesta (Denis Suárez, min. 46) e Rakitic (Paulinho, min. 76); Dembélé (Deulofeu, min. 27), Messi e Luis Suárez. Técnico: Ernesto Valverde.
Placar: 1-0, Shibasaki, min. 38. 1-1, Denis Suárez, min. 61. 1-2, Paulinho, min. 83.
ÁRBITRO: David Fernández Borbalán | Cartões amarelos: Piqué (FCB, min. 9), Juan Cala (GET, min. 32), Deulofeu (FCB, min. 52), Jordi Alba (FCB, min. 66) e Damián Suárez (GET, min. 86).
INCIDENCIAS: Partida disputada no Estádio Coliseum Alfonso Pérez, válida pela quarta rodada do Campeonato Espanhol 2017-2018

Foi mais difícil que o esperado, mas foi o momento certo para Paulinho começar a ter seu nome reconhecido no Barcelona. Após as críticas pelo valor efetuado em sua negociação para trazê-lo do futebol chinês, o meio-campista brasileiro foi decisivo para a vitória do time catalão diante do Getafe. O jogo, válido pela quarta rodada do Campeonato Espanhol 2017-2018, aconteceu no fim da manhã deste sábado (16), no Coliseum Alfonso Pérez, na região metropolitana de Madrid, e o Barça venceu por 2 a 1.

Os mandantes abriram o marcador com Shibasaki, mas Denis Suárez e Paulinho garantiram o triunfo blaugrana. Com o resultado, o Barça segue na liderança invicta da Liga, com 12 pontos conquistados. Por outro lado, o Getafe permanece no meio da tabela de classificação, no 11º posto, com quatro pontos somados.

A próxima rodada será disputada no meio da semana. O Barcelona entra em campo na próxima terça-feira (19), às 17 horas, quando encara o Eibar no Camp Nou. Por sua vez, o Getafe vai medir forças contra o Celta de Vigo, no Estádio Balaídos, às 16 horas da quinta-feira (21).

Foto: Anadolu Agency|Getty Images

Dembélé sai lesionado e Getafe abre placar

O Barcelona manteve a estratégia. Muita posse de bola e controle durante a partida. Mesmo dentro de casa, o Getafe manteve máxima preocupação em fortalecer o sistema defensivo para evitar ser vazado. Ainda assim, os mandantes disputaram um jogo parelho e impôs muitas dificuldades ao adversário na primeira etapa. No primeiro lance de perigo, Shibasaki aproveitou erro de Rakitic, avançou e cruzou. Piqué desviou mal e Molina por muito pouco não empatou o placar.

Dembélé era bastante utilizado pelo lado direito de ataque como escape para criação de jogadas, mas a situação ficou complicada para o Barça aos 23 minutos porque o atacante sentiu a coxa em sua segunda partida no clube e saiu lesionado. Os catalães só chegaram à área adversária de maneira efetiva na parte final do primeiro tempo, quando Iniesta deu preciso lançamento para Umtiti. Sozinho, o zagueiro cabeceou nas mãos do goleiro Guaita.

Mais perigoso nas finalizações, o Getafe abriu o placar aos 38 minutos do primeiro tempo. Busquets tentou cortar cruzamento na área, mas a bola sobrou para Shibasaki, que pegou de primeira e emendou belo chute no ângulo de Ter Stegen para marcar o primeiro gol do jogo. O Barcelona tentou responder com uma espetacular cobrança de falta de Lionel Messi, mas Guaita foi buscar no ângulo e evitou o empate.

Shibasaki comemora primeiro gol da partida|Foto: Anadolu Agency/Getty Images

Paulinho entra em campo e Barcelona vira

As alterações do técnico Ernesto Valverde no segundo tempo deram efeito bastante positivo ao Barcelona. Na volta do intervalo, Denis Suárez entrou no lugar de Iniesta. Atrás no marcador, os visitantes converteram a altíssima posse de bola em oportunidades a serem convertidas. Mas encontraram um adversário que estava decidido a travar e acabar com a invencibilidade catalã na Liga espanhola.

Após muita insistência, o Barça chegou ao empate. Jogada travada aos 16 minutos e Sergi Roberto ficou com a bola, entrou na área e rolou para Denis Suárez. O camisa 6 dominou e mandou no ângulo para igualar o marcador. O gol animou o time blaugrana que foi ao ataque. Apesar de estar mais presente no campo de ataque, as finalizações não aconteciam com tanta facilidade. As chances do Getafe no primeiro tempo favoreciam o time da casa nesse quesito estatístico.

Aos 30 minutos, Ernesto Valverde chamou Paulinho com o objetivo de dar mais velocidade ao meio e, consequentemente, à criação/finalização de jogadas. Mas a estratégia por pouco não deu certo devido às duas únicas oportunidades do time da casa no segundo tempo. Na primeira, Jiménez conduziu a pelota até o campo de ataque e arriscou de fora da área. Ter Stegen saltou para defender. Em seguida, Jiménez tentou novamente depois de entrar na área e chutar. A bola desviou em Sergi Roberto e bateu no pé da trave.

Com o momento de pressão do Getafe, o Barça usou os contra-ataques para levar perigo e conseguir a virada. A estratégia deu certo. Aos 38 minutos, Lionel Messi iniciou contragolpe e aciona Paulinho, que surge como elemento surpresa. O brasileiro disputou com a defesa, levou a melhor e chutou cruzado para garantir mais três pontos e total aproveitamento ao time da Catalunha. Messi tentou ampliar, os donos da casa pressionaram nos acréscimos em busca do empate, mas os jogadores que entraram no segundo tempo garantiram novo triunfo do líder.