Donnarumma recebe vaias, Milan vence Verona e pegará Inter nas quartas da Copa Itália

Goleiro foi alvo de torcedores antes do início da partida; com avanço dos rossoneri, próxima fase da competição terá dérbi de Milão

Donnarumma recebe vaias, Milan vence Verona e pegará Inter nas quartas da Copa Itália
Cria da base, Cutrone anotou o último gol do Milan sobre o Verona (Foto: Marco Luzzani/Getty Images)
Milan
3 0
Hellas Verona

Uma atuação segura para garantir classificação na Copa Itália. Assim foi construída a vitória de 3 a 0 do Milan sobre o Hellas Verona, nesta quarta-feira (13), em Milão, pelo jogo único das oitavas de final do torneio. Suso e Alessio Romagnoli deixaram o Diavolo em vantagem no primeiro tempo, enquanto Patrick Cutrone fechou a conta no segundo.

Antes do início da partida, porém, nada de clima feliz. Alguns torcedores atacaram o goleiro Gianluigi Donnarumma. O nome do arqueiro foi vaiado pelos fãs quando entoado nos alto-falantes do estádio San Siro. O motivo da represália é seu empresário, que, segundo o jornal Corriere della Sera, estaria acusando a diretoria do Milan de “abuso moral”; por isso, o agente quer encerrar a renovação contratual do atleta com o clube, assinada em julho.

Com o avanço, o Milan pegará a rival Internazionale nas quartas de final da Copa Itália. Os nerazzurri conseguiram sua qualificação à próxima fase ao vencer o Pordenone, nos pênaltis, nessa terça-feira (12). O jogo ocorrerá no dia 26 de dezembro, uma terça-feira.

Seguro, Milan marca duas vezes

Jogadores comemoram o gol de Romagnoli (Foto: Emilio Andreoli/Getty Images)
Jogadores comemoram o gol de Romagnoli (Foto: Emilio Andreoli/Getty Images)

Para enfrentar o Hellas Verona, Gennaro Gattuso escalou um time que agradou boa parte da torcida. Da equipe que venceu o Bologna no último domingo (10), o lateral-direito Abate, o ponta-esquerda Borini e o centroavante Kalinic deram lugar a Calabria, Cutrone e André Silva, respectivamente. O esquema tático 4-3-3 foi mantido.

Aos nove minutos de partida, o Milan criou sua primeira chance de gol. Bonaventura finalizou colocado, buscando o ângulo esquerdo do goleiro, finalizando colocado; a bola tirou tinta da trave. Treze minutos depois, saiu o gol. Suso cruzou para a área, a defesa não cortou, e a bola foi direto para as redes do goleiro Silvestri.

O time veronês chegou com perigo apenas uma vez no primeiro tempo. De canhota, Zuculini bateu da entrada da área e viu Donnarumma evitar o empate. Depois só deu Milan.

Aos 30 minutos, os rossoneri ampliaram a vantagem no placar. Bonaventura alçou bola à área, André Silva escorou de chapa, e Romagnoli botou para dentro. Cutrone, nos últimos minutos da etapa inicial, quase fez 3 a 0. O cria da base rossonera passou pelo marcador e soltou um pancada de canhota, mas o goleiro espalmou.

Mais um gol para confirmar a classificação

Cutrone deu números finais ao jogo (Foto: Marco Luzzani/Getty Images)
Cutrone deu números finais ao jogo (Foto: Marco Luzzani/Getty Images)

O Hellas Verona voltou do intervalo com uma alteração. Fabio Pecchia, técnico da equipe gialloblù, sacou o lateral-esquerdo Fares para mandar a campo o atacante Verde. Logo em sua primeira oportunidade, ele assustou os torcedores no San Siro, finalizando com perigo.

No entanto, quem faria as redes balançarem no segundo tempo seria o Milan. Suso levantou bola para a área, Cutrone desviou de cabeça e mandou no ângulo direito de Silvestri. Um golaço que fez Gattuso poupar seus principais jogadores. Assim, Bonaventura e Suso deixaram o campo de jogo para as entradas de Borini e Antonelli, respectivamente.

O jogo estava tão seguro que os donos da casa ainda desperdiçaram chances. Kessié foi um deles. A bola sobrou para o meio-campista marfinense dentro da área, mas ele, livre, isolou por cima do gol. Da intermediária, Borini também chutou por cima da meta da equipe veronesa. Biglia, que entrou na vaga de Montolivo, chegou a carimbar o travessão.

A partida foi controlada até o fim, o Milan superou o Verona e avançou às quartas de final da Copa Itália.