Expulso em primeiro clássico pelo Cruzeiro, Edílson sai machucado, mas tranquiliza: "Nada de grave"
Protagonistas de embates ao longo do clássico, Edílson e Otero marcaram lance de expulsão do lateral da Raposa (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

O primeiro clássico de 2018 entre Atlético e Cruzeiro, que ocorreu na manhã deste domingo (4), tomou as cores do time estrelado. A Raposa visitou o Galo, no Independência, e venceu o rival por 1 a 0 com gol de Raniel aos dois do segundo tempo. Além do tento, outra situação protagonizou o começo da etapa final: o lateral-direito Edílson foi expulso e deixou a equipe celeste com um a menos.

Em seu primeiro clássico contra o Atlético com a camisa da Raposa, o  lateral levou o segundo amarelo em falta sobre Otero aos seis do segundo tempo. No lance, Edílson ainda ficou com a perna presa ao cair no campo e saiu de maca com um incômodo no joelho. Ao fim do duelo, o jogador celeste comentou sobre o momento.

"Foi um lance muito rápido, onde o Otero deu um tapa na bola. Até tentei atrasar a passada para evitar o choque. Quando fui levar a minha perna direita, acabou travando meu joelho no chão quando eu caí", explicou o lateral do Cruzeiro.

Enquanto esteve em campo, Edílson foi o principal responsável pela marcação das subidas de Otero (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Após a expulsão, o técnico Mano Menezes sacou Lucas Romero do banco e improvisou o jogador na lateral, como o fez por inúmeras vezes. Com isso, quem deixou o campo para a entrada do argentino foi o atacante Raniel, que minutos antes tinha aberto o placar. Pela expulsão de seu lateral de forma tão precoce na etapa, Mano teve que mexer na formação da equipe.

Quanto ao joelho, o lateral afirmou que, em um primeiro momento, não aparenta ser muito grave. "Me preocupou um pouquinho, mas agora não está doendo além de uma pancada normal, de um choque. Essa dor dá para suportar. O doutor olhou ali, disse que não era nada de grave", colocou o camisa 22.

Disponível fisicamente ou não, Edílson não atuará na próxima partida do Cruzeiro, contra a URT, na quarta (7). Isso porque o jogador estava pendurado e vai cumprir suspensão contra o Trovão Azul. 

VAVEL Logo