Em votação nas Laranjeiras, sócios aprovam mudança do estatuto e eleição será antecipada
Foto: VAVEL Brasil 

Em votação nas Laranjeiras, sócios aprovam mudança do estatuto e eleição será antecipada

No pleito realizado neste sábado (26), proposta do atual presidente Pedro Abad saiu vitoriosa por diferença esmagadora 

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Neste sábado (26), nas Laranjeiras, foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária que decidiu a mudança estatutária do Fluminense. Consequentemente, o resultado culminou na antecipação das eleições presidenciais do clube, previstas inicialmente para novembro de 2019. É provável que o novo pleito ocorra em março.

A votação foi das 9h às 18h (de Brasília). Dos 10.501 sócios que poderiam vir ao clube exercer seu direito, apenas 994 estiveram presentes. No fim, vitória esmagadora dos favoráveis ao projeto do presidente Pedro Abad. Enquanto 812 votaram a favor, 179 foram contra e 3 decidiram pelo nulo. 

Fernando Leite, presidente do Conselho Deliberativo do clube, foi quem deu o resultado oficial. Os sócios e torcedores que ficaram até o fim para saber a parcial comemoraram efusivamente nas Laranjeiras. Além do hino do Fluminense, entoaram diversas músicas. 

Além de Abad, outros nomes importantes da política tricolor estiveram presentes e votaram, como Mario Bittencourt, Ricardo Tenório, Celso Barros (trio que compõe o 'Triunvirato'), Pedro Antonio, Cacá Cardoso e Roberto Horcades. Divergentes em suas opiniões, alguns deram entrevistas falando sobre a Assembléia Geral.

Perguntado sobre sua posição em relação a votação, Pedro Antonio disse ser contra por questões do estatuto e aproveitou para fazer uma pequena crítica aos sócios que não estiveram presentes nas Laranjeiras.

"Sou contra porque é uma violação do estatuto. Está nos levando a um processo político destrutivo até não se sabe que data. O resultado desse processo não é positivo. Se ele (Abad) tivesse renunciado, estaríamos aqui hoje elegendo um novo presidente. Não é nada complicado, um dia muito bonito. Vim às Laranjeiras, todo mundo fazendo fila e comprando camisa... Quem acha que não pode vir duas vezes no ano nas Laranjeiras deve ter um problema de conceito do que é torcer para o Fluminense". 

Em contrapartida, o ex-presidente do clube, Roberto Horcades, foi efusivo em seu discurso. De acordo com ele, o Triunvirato ser eleito é a forma de fazer o Fluminense recuperar seu prestígio.

"Essa turma que esteve aí, espero que saia agora, acabou com o Fluminense. O que nós estamos propondo é o retorno da dupla vencedora. Eu, Celso, junto do Tenório e o Mario... É a turma que vai fazer o Fluminense voltar a ser grande".

Celso Barros também mostrou-se favorável à mudança na política tricolor, reafirmando a união com Mario e Tenório para concorrer à presidência. 

"O momento que o Fluminense vive hoje, até reconhecido pelo próprio presidente, é um momento que pede mudança. É com esse pensamento que eu, Mario e Tenório estamos caminhando juntos há um ano e meio mais ou menos para sermos candidatos, caso seja aprovado hoje, e tentar evidentemente vencer a eleição". 

Por fim, Mario Bittencourt comemorou a vitória do 'sim' e disse ser um grande passo para a recuperação do Fluminense no âmbito político e futebolístico. 

"Eu analiso esse resultado como uma declaração clara da vontade da torcida e dos sócios do clube de ter uma mudança na gestão da instituição. A vitória é significativa, significativa de que a gestão não foi boa, de que o presidente do clube chama uma Assembléia para que os sócios do clube digam se ele deve continuar, e numa maioria esmagadora os sócios dizem que não".

"É um passo importante para que o Fluminense possa reconstruir sua história, se recolocar nos caminhos das vitórias, se reconstruir como gigante do futebol brasileiro e resgatar sua alma. Acho que foi muito importante esse primeiro passo, o segundo é a eleição que possivelmente vai ser em março".  

VAVEL Logo